Nuno Moreira

Nuno Moreira (Dourogás): «Posicionamo-nos como um pivô central da mobilidade do futuro»

Empresas, Terrestre Comentários fechados em Nuno Moreira (Dourogás): «Posicionamo-nos como um pivô central da mobilidade do futuro» 331
Tempo de Leitura: 3 minutos

«Somos e queremos ser cada vez mais uma parte activa da descarbonização da economia portuguesa e o nosso compromisso é continuar a apresentar soluções com menor impacto ambiental e com melhor desempenho energético e eficiência económica no sector dos gases renováveis», declarou Nuno Moreira, presidente executivo do Grupo Dourogás, no passado dia 8 de Setembro, aquando do evento realizado em Loures.

Nuno Moreira: Dourogás dá trunfos para «menor impacto ambiental»

A parceria estabelecida entre a Dourogás e a HAVI, em colaboração com a construtora Scania (o fabricante fornecedor da HAVI), tornou ontem possível o primeiro abastecimento a gás natural veicular 100% renovável de um veículo pesado. A iniciativa teve origem na parceria desenvolvida pelas duas empresas e, durante um mês, prevê a realização de cerca de oito mil km abastecidos totalmente com biometano 100% renovável, para transporte pesado de bens alimentares com emissões zero de CO2. Nuno Moreira marcou presença no evento.

Gás natural para «descarbonizar no imediato»; hidrogénio a «100%»

«O gás natural, com a incorporação de gases renováveis como o biometano 100% renovável e o hidrogénio, é a solução para descarbonizar no imediato e acreditamos que, no futuro, o hidrogénio permitirá uma descarbonização a 100%. O nosso percurso tem base no desenvolvimento continuo de inovação e na criação de alternativas mais sustentáveis para a mobilidade, pelo que estamos altamente comprometidos com a descarbonização e posicionamo-nos como um pivô central da mobilidade do futuro», prosseguiu o presidente executivo do Grupo Dourogás.

Scania Dourogás«Esta é a nossa prioridade e é nela que centramos o nosso ambicioso plano de investimentos que inclui a actualização dos Postos GNV para Postos de Hidrogénio e outros gases renováveis, como o biometano», prosseguiu Nuno Moreira. A demonstração, frisou a Dourogás, vem reforçar a oportunidade que o biometano representa para a mobilidade sustentável, uma prioridade do Grupo Dourogás que quer, até 2025, disponibilizar 50% de GNV de origem 100% renovável, o que permitirá evitar a emissão de 7.600 toneladas de CO2 por ano.

Face ao gasóleo, lembra a empresa, o GNV representa um benefício considerável ao nível da qualidade do ar, uma vez que permite a redução de monóxido de carbono em 30%, de óxidos de nitrogénio em 35% e de dióxido de carbono em cerca de 20% e, também, a redução em 95% de partículas em suspensão e a neutralização de emissões de dióxido de enxofre (SO2). Recorde-se que o biometano incorporado no posto de abastecimento da Dourogás em Loures tem origem no projecto pioneiro de demonstração de conceito que permite produzir gás natural 100% renovável a partir da digestão anaeróbia de resíduos orgânicos, o Biogasmove, através do qual abastece, actualmente, uma frota de veículos da empresa intermunicipal Resíduos do Nordeste, a partir da biodigestão e valorização energética da matéria orgânica recolhida por essas mesmas viaturas.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com