Porto de Lisboa

OE 2021: Porto de Lisboa terá capacidade de fornecer energia eléctrica a navios em 2021

MarítimoComentários fechados em OE 2021: Porto de Lisboa terá capacidade de fornecer energia eléctrica a navios em 2021395
Tempo de Leitura: 2 minutos

Começam a ser conhecidos os contornos da proposta de Orçamento de Estado (OE) para 2021, ontem entregue pelo Ministro das Finanças a Ferro Rodrigues. No âmbito portuário, destaque para o Porto de Lisboa: a infra-estrutura portuária terá capacidade, já em 2021, para «fornecer energia eléctrica aos navios acostados (shore to ship), evitando o uso dos geradores próprios que consomem combustíveis poluentes».

Segundo consta na Proposta de Lei do Orçamento de Estado (OE) para o próximo ano, o Porto de Lisboa, em especial o terminal de cruzeiros, contará com a capacidade para providenciar energia eléctrica aos navios acostados, o que evita a utilização dos geradores próprios que usam combustíveis poluentes. «Em 2021, dotar-se-á o porto de Lisboa, e em especial o terminal de cruzeiros, de capacidade de fornecer energia eléctrica aos navios acostados (shore to ship), evitando o uso dos geradores próprios que consomem combustíveis poluentes», pode ler-se no documento.

O OE para 2021 perspectiva «a aposta no abastecimento de gás natural liquefeito e no fornecimento de energia eléctrica a navios, no cumprimento das directivas da União Europeia e inserindo-se num plano mais vasto de descarbonização e de adopção de fontes de energia mais amigas do ambiente conforme previsto no ‘European Green Deal’». Este desenvolvimento no porto da capital, não é, no entanto, uma novidade total.

Recorde-se que, tal como a Revista Cargo havia noticiado no passado mês de Julho, a Câmara Municipal de Lisboa tinha já afirmado que os navios de cruzeiros deixariam de poder utilizar gasóleo quando atracarem na capital portuguesa, a partir de 2022, através da solução Shore-to-ship, implementada no Porto de Lisboa para a alimentação eléctrica dos navios atracados. O acordo foi divulgado pelo vereador Sá Fernandes. «Conseguimos chegar anteontem a acordo com o Porto de Lisboa para que os cruzeiros a partir de 2022 não usem gasóleo quando atracam em Lisboa. Portanto, que haja electrificação do porto para não haver poluição atmosférica», anunciava, em Julho passado.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com