operadoras reno alpes

Operadoras buscam soluções para fugir à estagnação do corredor Reno-Alpes

Terrestre Comentários fechados em Operadoras buscam soluções para fugir à estagnação do corredor Reno-Alpes 312
Tempo de Leitura: 2 minutos

Na sequência do embaraço ferroviário que, desde o passado dia 12 de Agosto, interrompe por completo a fluidez do tráfego de mercadorias no corredor Reno-Alpes, vários operadores de transporte ferroviário estão, por sua iniciativa, a implementar soluções alternativas à ligação. Escolhendo novas rotas para o tráfego intermodal Norte-Sul, os operadores dão assim resposta ao problema, depois da DB Netze (divisão da companhia estatal ferroviária Deutsche Bahn) ter confirmado que a secção Karlsruhe-Basileia do corredor permanecerá fechada durante mais seis semanas.

Operadoras tentam fugir à estagnação no corredor Reno-Alpes

O embaraço no corredor ferroviário Reno-Alpes (ligação fundamental que atravessa a Europa Central) foi causado pelo colapso de um túnel em Rastatt (localidade que pertence à região administrativa de Karlsruhe), durante o passado dia 12. Os peritos indicaram as obras relativas à construção de novo trilho ferroviário nas imediações como a causa desse colapso. Se a interrupção da circulação tem prejudicado a mobilidade dos passageiros, bem mais intensamente tem afectado o transporte de mercadorias – cerca de 200 comboios de carga passam todos os dias pela secção do corredor, mas, agora, buscam formas de contornar o trajecto preferido.

De acordo com a União Internacional das Companhias de Transporte Intermodal (sigla UIRR), nenhuma das alternativas equacionadas garante a fluidez do tráfego ferroviário na zona: nem a solução Estugarda-Singen (linha dupla electrificada) nem a opção secundária. Algum tráfego poderá ser redireccionado através do corredor Mar do Norte-Mediterrâneo 2 e do corredor Scan-Med 3, mas ambas as ligações enfrentam restrições de carga e comprimento. Para emendar a situação, a suíça Hupac planeia desviar 41 comboios através de Estugarda e 8 via Munique e pelo corredor de Brenner. Salzburgo é também opção válida. A Oeste, a operadora usará o corredor Sibelit (através de França) e passagens por Basileia.

 

Foto: Janet Cottrell

 

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com