IP linha do norte rede ferroviário

Pandemia não atrasa ‘Ferrovia 2020’: «obras no terreno estão todas a avançar», afiança a IP

Terrestre Comentários fechados em Pandemia não atrasa ‘Ferrovia 2020’: «obras no terreno estão todas a avançar», afiança a IP 435
Tempo de Leitura: 2 minutos

Estará a actual pandemia a exercer um efeito negativo nas obras ferroviárias que decorrem em território português? Em declarações ao semanário ‘Expresso‘, Carlos Fernandes, vice-presidente da Infra-estruturas de Portugal (IP), garantiu que as obras «que já estão no terreno estão todas a avançar», sofrendo, no máximo, «pequenos constrangimentos». O ‘Ferrovia 2020’ encontra-se, agora, na fase de «crítica de desenvolvimento».

A pandemia COVID-19 mantém Portugal em estado de emergência, mas, como explicou Carlos Fernandes ao ‘Expresso’, as obras (que se encontram em curso ou que serão lançadas) que integram o programa ‘Ferrovia 2020‘ prosseguem o seu desenvolvimento sem perturbações de maior. Apesar da pandemia, tudo está a seguir os ditames do calendário e a previsão da IP é a de que os procedimentos serão cumpridos como previsto.

Pandemia poderá causar «pequenos constrangimentos»

«As obras que já estão no terreno estão todas a avançar, com pequenos constrangimentos. São quase todas no interior do país, o que mantém o trabalho nessas regiões», detalhou o vice-presidente da IP, frisando a importância destes processos na manutenção do pulsar da economia do país. O responsável do organismo público admitiu a ocorrência de «pequenos constrangimentos» e consequentes abrandamentos, seja por falha de material (importado), seja por ausência pontual de trabalhadores, devido à pandemia do novo coronavírus.

O ‘Ferrovia 2020’ prevê um leque de investimentos de 2,128 mil milhões de euros a executar até ao ano de 2023, possui actualmente 69% do seu valor em marcha (1,46 mil milhões de euros), o que inclui projectos, obra, fiscalização, sinalização e telecomunicações e expropriações. Segundo a IP, 62% desse valor está alocado à fase de obra (em contratação ou em curso), sendo que 7% já foram concluídos. Os restantes 31% estão na fase de projecto.

Recorde-se que, em Fevereiro, o Ministro das Infra-estruturas havia garantido que o país se encontra «a fazer um grande trabalho de recuperação» para assegurar que é capaz de, «até ao final de 2023», ter o Ferrovia 2020 «concluído».

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com