«Passo certo e necessário»: AGEPOR defende melhoria das acessibilidades marítimas em Setúbal

Marítimo Comentários fechados em «Passo certo e necessário»: AGEPOR defende melhoria das acessibilidades marítimas em Setúbal 460
Tempo de Leitura: 2 minutos

Através da divulgação de um comunicado, a AGEPOR veio a terreiro defender a evolução do Porto de Setúbal, prevista por meio da concretização do projecto de melhoria das acessibilidades marítimas, que ontem voltou a ter uma vitória, com (novo) indeferimento judicial à providência cautelar interposta pela SOS SADO.

AGEPOR veiculou «apoio às dragagens» e reiterou fiabilidade do parecer da APA

Na missiva, à qual a Revista Cargo acedeu, a AGEPOR expressou o seu apoio à progressão de um porto sadino mais «sustentável, seguro e competitivo», declarando o «apoio às dragagens», que, após luz verde da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), se iniciarão em Setúbal. Recordou a AGEPOR que «não existiram, durante a fase de consulta pública, em que todos os interessados tiveram oportunidade de intervir, quaisquer observações de índole negativa substanciais que pusessem em causa o projecto».

A associação reiterou a crença na confiabilidade do parecer da «Declaração de Impacte Ambiental favorável» da APA e da idoneidade da APSS em todo o processo, lembrando que foram avaliadas «cuidadosamente todas as consequências e impactos da intervenção agora iniciada» e acreditando na «responsabilidade» que pautará o acompanhamento das dragagens, de modo a salvaguardar «a sustentabilidade ambiental da Região».

Captar os navios mais modernos reduzirá o tráfego e melhorará a pegada ecológica do Porto de Setúbal, lembrou a AGEPOR

O comunicado aprofunda ainda os benefícios que a melhoria das acessibilidades marítimas trarão, quer ao porto quer à região sadina, explicando inclusivamente, em jeito de desmistificação, que o expectável aumento do volume de mercadorias movimentadas não significa um aumento do número de escalas de navios – «O que se verifica é que os navios que servem os portos são cada vez maiores para se manterem competitivos», argumentou a AGEPOR.

Além disso, capacitando-se para receber os navios modernos, o Porto de Setúbal contribuirá decisivamente para a redução da sua própria pegada ecológica, uma vez que os recentes modelos «são mais eficientes, quer em termos de ruído, quer em termos de consumos e emissões». Para a AGEPOR, «é essencial para o porto de Setúbal acautelar o seu futuro, poder receber navios maiores, e acompanhar a tendência do mercado».

Melhoria das acessibilidades é «passo necessário» para manter porto como elemento «vital» do desenvolvimento da região

«O projecto de melhoria das acessibilidades marítimas ao porto de Setúbal é o passo certo e necessário» para a sustentabilidade do Porto de Setúbal, sendo crucial para o aumento dos «níveis de segurança» e para o incremento da sua «competitividade económica e ambiental», rematou a AGEPOR, não sem antes lembrar que o porto «é vital para a indústria da região» e que deve continuar a ser «um exemplo de desenvolvimento e um expoente da relação do porto com a cidade».

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com