estradas

Pedro Marques: Linha da Beira Baixa é «absolutamente crítica» para desenvolvimento do Interior

Terrestre Comentários fechados em Pedro Marques: Linha da Beira Baixa é «absolutamente crítica» para desenvolvimento do Interior 357
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Ministro do Planeamento e das Infra-estruturas discursou ontem, na Guarda, onde presidiu ao lançamento dos concursos públicos referentes às obras de modernização da Linha da Beira Alta, no troço Cerdeira-Guarda, e de sinalização para a rede ferroviária nacional.



Pedro Marques assegurou que o investimento na vertente ferroviária é para ser mantido e relevou a importância «crítica» da Linha da Beira Baixa «para o desenvolvimento desta parte do Interior de Portugal», afiançando que o Interior não está a ser esquecido no contexto sócio-económico, no qual a ferrovia pode desempenhar um papel fulcral.

Investimento público na ferrovia «está no terreno»

Pedro Marques reforçou que a aposta ferroviário do Executivo é para manter: o ministro vincou o investimento público na ferrovia «está no terreno» e que não parará. «Hoje [ontem] assinalamos o arranque de mais 75 milhões de euros de obras, de investimentos no âmbito da rede ferroviária nacional», frisou.

Linha da Beira Baixa é «absolutamente crítica» para o desenvolvimento da região

Sobre as obras levadas a cabo na Linha da Beira Baixa, Pedro Marques reforçou que esta é «uma linha absolutamente crítica para o desenvolvimento desta parte do Interior de Portugal», enalteceu a importância da mesma no âmbito das relações económicas com o país vizinho.

«Investimentos mais significativos» acontecem «próximo das fronteiras com Espanha»

«Os investimentos mais significativos neste momento estão acontecer mais próximo das fronteiras com Espanha porque acreditamos que o que muitos chamam de Interior é apenas o espaço mais próximo de Espanha e tem um potencial económico enorme», recordou.

Recorde-se que as obras de requalificação da Linha da Beira Baixa no troço Covilhã-Guarda integram o Plano Ferrovia 2020 e incluem a construção da Concordância das Beiras, troço de ligação entre a Linha da Beira Alta e a Linha da Beira Baixa, deu conta a Lusa.

O investimento total no projecto de modernização deste troço é de cerca de 77 milhões de euros – 52 milhões dizem respeito à obra física, entre a renovação de 36 dos 46 quilómetros do troço, reabilitação de seis pontes centenárias, remodelação de estações e apeadeiros, drenagem e estabilização de taludes, a iluminação e automatização e supressão de passagens de nível.



Com Lusa

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com