Pólo Logístico Transinsular Açores consolida «crescimento da operação do Grupo ETE nos Açores»

Aéreo, Logística, Marítimo Comentários fechados em Pólo Logístico Transinsular Açores consolida «crescimento da operação do Grupo ETE nos Açores» 436
Tempo de Leitura: 2 minutos

Foi ontem (dia 28 de Janeiro) inaugurado o novo Pólo Logístico Transinsular Açores – a nova infra-estrutura do Grupo ETE – a cerimónia contou com a presença da Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas do Governo Regional dos Açores, Ana Rêgo-Costa Amorim da Cunha.

Situado em Ponta Delgada, São Miguel, o novo Pólo Logístico Transinsular Açores (PLTA) concentrará toda a sua actividade logística num único local, próximo da zona portuária e do aeroporto, permitindo uma maior rapidez e eficiência na resposta às trocas comerciais da região.

Sendo 85% da carga recepcionada e enviada por via marítima e 10 a 15% por via aérea, o contributo do novo Polo Logístico do Grupo ETE será – vincou o grupo – «fundamental para o desenvolvimento da economia local, nomeadamente para as PME locais nos seus vários sectores de actividade». A nova estrutura envolverá cerca de 30 postos de trabalho, adiantou ainda o grupo, através de um comunicado.

Pólo Logístico representará crescimento superior a 15% na carga movimentada

Com uma área superior a 12 mil m2, o PLTA dispõe de um parque de contentores, com serviços de reparação e lavagem, de um armazém, com mais de 2000m2, dotado das mais modernas infra-estruturas, com elevada capacidade de recepção de carga e de armazenagem, incluindo cais desnivelados, bem como valências de frio – positivo e negativo – característica esta que será essencial para o escoamento dos produtos oriundos dos Açores.

A infra-estrutura de armazém «cumpre rigorosamente todas as normas de segurança, de acordo com a legislação em vigor, tendo sido cumpridos os vários níveis de segurança referente à capacidade de armazenagem instalada, nomeadamente prevenção contra incêndio, a fim de conferir a máxima segurança de todos», assinalou o Grupo ETE na antecâmara da inauguração. A concentração de toda a actividade logística num só local irá facilitar a circulação de todo o tipo de cargas, o que representa um acréscimo de, pelo menos, 15% na carga movimentada, face à estrutura anterior.

Maior parte das cargas são provenientes de Lisboa e do Porto

A maior parte das cargas são provenientes de Lisboa e do Porto, para onde são igualmente expedidas grande parte das mercadorias regionais, pelo que o pólo logístico do Grupo ETE irá igualmente incrementar a distribuição de mercadorias provenientes e com destino às demais ilhas do arquipélago. O investimento, com valências complementares às já existentes – nomeadamente na área de armazenagem – «vem assim consolidar o crescimento da operação do Grupo ETE na Região Autónoma dos Açores», destacou o grupo.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com