Porto das Lajes das Flores Açores

Ponte-cais do Porto das Lajes das Flores: contrato para a construção já foi assinado

MarítimoComentários fechados em Ponte-cais do Porto das Lajes das Flores: contrato para a construção já foi assinado415
Tempo de Leitura: 2 minutos

Segundo adiantou a Portos dos Açores, que gere as estruturas portuárias açorianas, foi já assinado, com o consórcio adjudicatário (Consórcio Etermar – Engenharia e Construção, S.A./Sacyr Somague, S.A./Tecnovia-Açores, Sociedade de Empreitadas, S.A.), o contrato para a execução da empreitada de construção da ponte-cais no Porto das Lajes das Flores, arrasado na sequência da passagem do furacão Lorenzo.

A entidade explicou, em comunicado, que a obra «tem em vista garantir os abastecimentos regulares de bens e mercadorias às ilhas das Flores e do Corvo», no grupo ocidental do arquipélago, sendo «indispensável» levar a cabo um «conjunto de obras de emergência que permitam utilizar as instalações, os cais e os terraplenos ainda com capacidade operacional, apesar das suas limitações», e «criar novas áreas de acostagem para navios».

A empreitada agora assinada, orçada num valor superior a 17 milhões de euros, tem um prazo de execução de 22 meses e estipula «a construção de uma ponte-cais». A estrutura será «implantada a cerca de 27 metros do enraizamento do molhe do núcleo de recreio náutico», num «alinhamento paralelo ao molhe principal» do porto das Lajes, que «irá ser reconstruído por completo, nos próximos anos».

A estrutura, detalha ainda a Portos dos Açores, possuirá «um comprimento total de aproximadamente 167 metros, dos quais 147,2 metros são acostáveis, e com 20 metros de largura», e ficará equipada com «os necessários acessórios de cais, como defensas, cabeços de amarração e tomadas de energia». Durante a empreitada serão também executadas «as infra-estruturas para a instalação das condutas de abastecimento de combustíveis e ligação ao respectivo parque de armazenamento da ilha das Flores», pode ler-se no comunicado emitido pela empresa.

A obra define ainda «a construção de uma rampa Ro-Ro, a implantar no enraizamento da ponte-cais e a realização de uma dragagem junto ao antigo cais aderente ao molhe», para assegurar «as operações sem constrangimentos naquela ponte-cais». O preço da empreitada é de «17.376.644,38 euros, ao qual acresce o IVA à taxa legal, e o prazo de execução da empreitada, a cargo do Consórcio Etermar – Engenharia e Construção, S.A./Sacyr Somague, S.A./Tecnovia-Açores, Sociedade de Empreitadas, S.A., está fixado em 22 meses», refere a Portos dos Açores.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com