Porto de Setúbal

Porfírio Gomes abordou investimentos no Porto de Setúbal: «Não vamos perder o comboio»

Logística, Marítimo Comentários fechados em Porfírio Gomes abordou investimentos no Porto de Setúbal: «Não vamos perder o comboio» 591
Tempo de Leitura: 3 minutos

Em entrevista dada ao jornal regional ‘O Setubalense‘, Porfírio Gomes, presidente da Comunidade Portuária de Setúbal, e da empresa Tersado, analisou os investimentos estruturais levados a cabo pela administração do porto sadino, as consequências positivas destas apostas para o futuro da infra-estrutura portuária e os novos desafios impostos pela competitividade dos tempos modernos, onde a digitalização desempenha papel crucial.

Porfírio GomesPara Porfírio Gomes, os investimentos recentes «podem ser separados em duas áreas distintas, os de cariz local, que são exclusivamente no Porto de Setúbal e inteiramente patrocinados pela Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS), e um outro mais de índole global. No caso dos investimentos de cariz local, estes passam pelas acessibilidades marítimas e o VTS (Vessel Traffic System)», introduziu o presidente da comunidade.

O projecto relativo às acessibilidades marítimas permitiu ganhar «mais dois metros de fundo no canal, que também foi alargado, portanto foi melhorada a segurança dos navios que neste momento já nos visitam e agora têm a possibilidade de entrar em qualquer maré, ou seja, já não precisam de esperar pela subida da mesma. Também era apenas possível manobrar um navio de cada vez, mas hoje o canal já permite que dois navios se cruzem», detalhou. Já o VTS, explicou também, «veio introduzir melhorias tecnológicas no auxílio à navegação dentro do sistema portuário».

A simbiose destes dois projectos permitiu incrementar «a segurança e capacidade de entrada e saída de navios, a qualquer hora, o que nos deu acréscimo na capacidade de receber alguns navios». No cariz mais global, aprofundou, destaca-se o investimento na introdução da Janela Única Logística (JUL), uma «plataforma informática que incorpora em si uma nova versão da Janela Única Portuária, mas com âmbito bem mais alargado.

Esta plataforma, que expande o espectro de actuação da JUP, «abrange tudo o que são portos secos, tudo o que são transportadores rodoviários e ferroviários, portanto há uma integração muito maior da actividade logística», explicou Porfírio Gomes. A ferramenta, que espelha o progresso vanguardista de Portugal na digitalização, permite «um controlo maior das actividades logísticas que se encaixam com a actividade dos portos».

Setúbal não perdeu o comboio do progresso digital

«Com a Janela Única Logística, estamos muito mais avançados e ao nível de tudo o que se está a fazer no quadro da comunidade portuária, porque o objectivo é integrar todos os países numa plataforma de comunicações quanto aos navios que circulam a nível europeu. Há um conjunto de informação a que todos passam a ter acesso de forma digitalizada», declarou Porfírio Gomes ao ‘Setubalense’. «Este é um projecto nacional em que Setúbal também está presente. Não vamos perder o comboio, pelo contrário, aqui já arrancou», rematou.

Novas acessibilidades marítimas trarão «ganhos de produtividade»

As novas acessibilidades marítimas, frisou o presidente da Comunidade Portuária de Setúbal, «vieram fazer com que, a curto prazo, possam existir ganhos de produtividade e permitir receber lotes maiores que venham em cada navio, pode permitir ir mais longe com as trocas comerciais directamente a Setúbal. Fundamentalmente para a componente de contentores que tem aqui um empurrão muito grande por passar a existir um conjunto de outras seguranças que antes não existiam, mais o facto do terminal de contentores ter agora um calado que permite receber navios que antes não entravam no porto; hoje esse terminal já pode receber navios para o calado que tem».

«Para todos os outros terminais, o que já recebiam é o que vão continua a receber, porque são mais antigos e têm calados que não permitem navios muito maiores. Contudo, passam a receber todos os navios com melhores condições de segurança, para além de que estes não têm que ficar em espera na barra quando o tempo está mau ou existem vagas maiores», esclareceu Porfírio Gomes.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com