A-ETPL porto de lisboa aopl

Porlis está a contratar e dá prioridade ao «universo de trabalhadores da A-ETPL»

Marítimo Comentários fechados em Porlis está a contratar e dá prioridade ao «universo de trabalhadores da A-ETPL» 387
Tempo de Leitura: 1 minutos

Através de um comunicado datado do dia 4 de Março, a Porlis, empresa de trabalho portuário detida pela empresa Yilport, anunciou que «foi contactada pelas suas clientes, para satisfazer necessidades de mão-de-obra para o Porto de Lisboa», estando, assim, disponível para contratar 30 trabalhadores portuários, dando preferência ao «universo de trabalhadores da A-ETPL».

«Tendo em conta a situação financeira da A-ETPL (cuja insolvência já foi requerida judicialmente no dia 26/02/2020), a Porlis foi contactada pelas suas clientes, para satisfazer necessidades de mão-de-obra para o porto de Lisboa», adiantou ontem a empresa. «Com vista a procurar prover as necessidades das suas clientes, a Porlis tem disponíveis 30 vagas para trabalhador portuário, as quais a Porlis gostaria de preencher preferencialmente entre o universo de trabalhadores da A-ETPL, atendendo à experiência dos mesmos», acrescentou.

«A Porlis garantirá o montante retributivo total, que seja actualmente auferido», detalhou a empresa no comunicado. As candidaturas, acompanhadas de Curriculum Vitae, deverão ser enviadas (para o endereço candidaturas.porlis.etp@gmail.com) até ao próximo dia 9 de Março de 2020.

Recorde-se que os estivadores do Porto de Lisboa encontram-se em greve desde o dia 19 de Fevereiro (incidindo sobre as empresas que operam em Lisboa e que secundaram a proposta de reduções salariais e congelamentos das progressões automáticas para salvaguardar a sanidade financeira da A-ETPL), seguindo-se uma «greve total» a partir do dia 9 de Março até ao dia 30 do mesmo mês, em resposta ao anúncio do pedido de insolvência da A-ETPL.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com