Porto de Aveiro em novo ‘project cargo’: grua de 600 toneladas partiu rumo à Base Naval de Toulon

Marítimo Comentários fechados em Porto de Aveiro em novo ‘project cargo’: grua de 600 toneladas partiu rumo à Base Naval de Toulon 413
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Porto de Aveiro somou, recentemente, mais um triunfo operacional, através de nova carga de projecto – na passada Terça-feira, partiu, do porto aveirense, o navio ‘Happy Dover’, transportando uma grua construída pela Eurocrane – Equipamentos de Elevação, S.A. A grua, que pesa 600 toneladas, destina-se à Base Naval de Toulon, em França, tendo sido colocada no navio no Domingo, 19 de Janeiro.

Porto de Aveiro

A sua construção, iniciada em Maio do ano passado, ocupou uma área de 5.600m2 de terrapleno. A operação de estiva no ‘Happy Dover’ foi levada acabo pela empresa Aveiport (que integra o universo do Grupo ETE). «Importa frisar não ser esta a primeira vez que se constroem no Porto de Aveiro gruas ou outro tipo de equipamentos de grandes dimensões, sendo a carga de projecto uma das tipologias a que o Porto de Aveiro tem condições para dar resposta com soluções à medida», ressalvou o Porto de Aveiro, através da sua newsletter.

Entre vários exemplos, recorde-se a ocorrência, em Março de 2014, de uma «operação idêntica envolveu o transporte de dois guindastes portuários com destino ao porto francês de Sète, transporte efectuado em dois navios. Cada grua pesava 630 toneladas, tendo levado nove meses a serem montadas», frisou o Porto de Aveiro. Em 2011, um «projecto nacional» contou também com a capacidade do porto aveirense: «um pórtico para carga e descarga de contentores de navios post-panamax seguiu no navio ‘Jumbo Shipping’ FAIRPLAYER rumo ao mesmo porto».

A estrutura gigante de mil toneladas, relembra o porto, foi integralmente montada no Porto de Aveiro pela empresa Eurocrane, numa longa e delicada operação. Tratou-se da primeira exportação do género a realizar-se em Portugal, enalteceu o porto, uma das grandes referências na recepção de cargas de projecto. «O terminal norte multi-usos fornece o espaço necessário, não só para o manuseamento e armazenagem, mas também para as actividades de montagem e de valor acrescentado que levam mais tempo na sua operação», rematou a infra-estrutura portuária.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com