Porto de Aveiro ZALI

Porto de Aveiro quer ser «hub acelerador de actividades industriais e logísticas emergentes»

MarítimoComentários fechados em Porto de Aveiro quer ser «hub acelerador de actividades industriais e logísticas emergentes»279
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Porto de Aveiro tem os olhos postos na transição energética e na digitalização – estes desígnios estruturam a visão de futuro da infra-estrutura portuária aveirense, explicou, em artigo publicada no jornal regional ‘Diário de Aveiro‘, Fátima Alves, presidente da administração do porto. A meta é tornar a infra-estrutura « hub acelerador de actividades industriais e logísticas emergentes», vincou.

Fátima Alves AveiroSegundo Fátima Alves, «esta linha de desenvolvimento estratégico envolve a execução de investimentos destinados a conferir atractividade ao Porto de Aveiro no sentido de se afirmar enquanto hub acelerador de actividades industriais e logísticas emergentes e de apoio à sua internacionalização, com destaque para as indústrias das energias renováveis, com o desenvolvimento do cluster da energia eólica offshore, do hidrogénio verde e de uma maior eficiência das suas cadeias logísticas». Estes investimentos servirão para projectar um porto moderno, sustentável e eficiente.

Para que estas metas possam-se materializar no futuro próximo, detalhou a presidente do Porto de Aveiro, «estão previstos investimentos destinados a promover a transição energética, desenvolvendo e implementando o conceito de Green and Smart Port, no Porto de Aveiro, através de ações que visam o aumento da eficiência de toda a actividade portuária assente na utilização de mais e melhor tecnologia, como seja, o reforço da monitorização do seu desempenho ambiental com recurso a tecnologia 5G e loT (maior automação das operações)».

Fátima Lopes destacou ainda «a modernização do trem naval, com a utilização de energias renováveis, a implementação de rede de energia onshore para abastecimento dos navios, a implementação de solução de wi-fi indoor e outdoor e a sensorização das actividades do porto». Recorde-se que o Porto de Aveiro tem na mira a «melhoria das condições de navegabilidade, reforço da conectividade marítima-ferroviária e capacitação da Zona de Actividades Logísticas e Industriais (ZALI)», explicou ainda Fátima Alves no artigo publicada no jornal aveirense.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com