Porto de Aveiro aereo

Porto de Aveiro «tem características especiais», declarou Alberto Souto de Miranda

Marítimo Comentários fechados em Porto de Aveiro «tem características especiais», declarou Alberto Souto de Miranda 209
Tempo de Leitura: 2 minutos

Alberto Souto de Miranda, Secretário de Estado Adjunto e das Comunicações, argumentou que o Porto de Aveiro tem potencial de crescimento durante os próximos anos, aliando, a isso, excelentes condições para se afirmar ainda mais no panorama portuário nacional. Corroborando a visão da presidente da APA, Fátima Lopes Alves, de que a infra-estrutura tem uma capacidade geográfica de expansão assinalável.

O Porto de Aveiro tem evoluído estrondosamente nos últimos dois anos, acumulando, nos últimos meses, vários recordes internos que atestam a sua positiva progressão no que toca à movimentação de cargas. Este consistente cenário animador deixa boas perspectivas para o futuro, e, segundo Alberto Souto de Miranda, Aveiro tem mais razões para sorrir: a estratégia do Governo passa por modernizar os portos, trilhando o percurso da digitalização e descarbonização – dois grandes desafios que se alinham no horizonte. A garantia foi dada pelo Secretário de Estado.

Porto de Aveiro é peça importante na estratégia definida para os portos nacionais

Alberto SoutoIntervindo durante uma vídeo-conferência do Rotary Club de Aveiro, Alberto Souto de Miranda salientou que a área de expansão que actualmente se encontra a ser trabalhada vai permitir que o porto faça, ainda mais, diferença em termos de dinamização da movimentação de mercadorias. «O Porto de Aveiro entra nesta estratégia definida para os portos nacionais. Tem características especiais», começou por afirmar, como atesta a reportagem da rádio Terranova. A expansão da infra-estrutura portuária dará a Aveiro uma competitividade ainda mais assinalável.

O porto possui «três cais de mil metros cada um, dois funcionam e um ainda para dragar», o que demonstra o potencial por explorar. «É necessário melhorar os fundos para chegar aos 14 metros que neste momento estão nos 12 metros, recuar o molhe sul para que navios de maior porte possam entrar direitinhos para a bacia do porto e garantir ligações ferroviárias para composições de 700 metros», declarou o Secretário de Estado, dando ainda ênfase à adesão à vertente digital, que também impulsionará a eficiência e a comunicação do porto aveirense.

Alberto Souto de Miranda deixou garantias de análise de impacto do projecto de «abertura da boca da Barra» e lembrou que o Porto de Aveiro pode mesmo aspirar a entrar no negócio dos contentores e ro-ro – algo que Olinto Ravara, anterior presidente do Conselho de Administração do Porto de Aveiro, já havia também frisado.

Com Terranova

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com