Nuno Araújo Porto de Leixões

Porto de Leixões deu «novo passo» rumo à «mudança verde» e a um «futuro melhor»

Marítimo Comentários fechados em Porto de Leixões deu «novo passo» rumo à «mudança verde» e a um «futuro melhor» 263
Tempo de Leitura: 2 minutos

A APDL apresentou ontem (dia 28), o Eco-Truck, o primeiro camião eléctrico que será usado diariamente na operação do Porto de Leixões. A cerimónia de apresentação contou com a presença de Nuno Araújo, presidente da APDL, e de Luísa Salgueiro, Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos. A aposta no Eco-Truck é um «novo passo» rumo à «mudança verde», vincou Nuno Araújo.

Porto de Leixões focado em ser «referência na sustentabilidade ambiental»

APDL Eco-Truck 1O projecto do Eco-Truck enquadra-se no âmbito do Roteiro para a Descarbonização e Transição Energética com vista à neutralidade carbónica até 2035, dando sequência ao Plano Operacional de Sustentabilidade da APDL, que alicerça um conjunto de medidas com o objectivo da redução da pegada ambiental da actividade portuária. A aposta materializa «mais um grande passo para a mudança verde, que fará de Leixões uma referência na sustentabilidade ambiental dos portos portugueses», comentou Nuno Araújo, na sequência da sessão de apresentação.

«Este projecto surge no âmbito do Road Map para a Descarbonização e Transição Energética, enquadrando-se num conjunto de medidas que visam a redução da pegada ambiental associada à APDL. Pretendemos estar na linha da frente de um futuro melhor para as cidades e para o país», prosseguiu o presidente da administração portuária, que tutela os portos de Leixões e Viana do Castelo. «Este esforço vai ao encontro dos objectivos que Matosinhos tem perseguido, reforçados pela Presidente da Câmara Municipal, Luísa Salgueiro, na cerimónia de hoje, demonstrando a intenção da APDL em contribuir para que o município seja cada vez mais sustentável e com maior qualidade de vida», acrescentou Nuno Araújo.

Na sequência da apresentação do novo Eco-Truck, a APDL frisou que se encontra a «reconfigurar a mobilidade rodoviária associada ao porto, quer de veículos pesados, quer de ligeiros, como forma de reduzir as emissões poluentes». Recorde-se que, no arranque deste ano, foi interdita a circulação de viaturas pesadas EURO I, II, III e IV e assinado um protocolo que define as condições de acesso e trânsito de veículos ligeiros ao Porto de Leixões.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com