leixões porto portos

Porto de Leixões reuniu especialistas internacionais para reflexão sobre o «Porto do Futuro»

Marítimo Comentários fechados em Porto de Leixões reuniu especialistas internacionais para reflexão sobre o «Porto do Futuro» 505
Tempo de Leitura: 2 minutos

O arranque desta semana foi marcado por diversas questões sobre os novos horizontes dos portos, às quais vários especialistas tentaram responder, em vivo e profícuo debate, realizado no Porto de Leixões. A iniciativa, integrada no projecto europeu ‘Docks The Future’, procurou respostas para interrogações prementes que definirão o mindset do sector marítimo-portuário global durante os anos vindouros.

Porto de Leixões foi o palco da discussão sobre o ‘Porto do Futuro’

Em que moldes operará o ‘Porto do Futuro’? Com que desafios terá que lidar, quer na vertente operacional quer no seu relacionamento com as cidades e respectivas comunidades? Que oportunidades trará para a descarbonização do ambiente? Para responder a estas interrogações, um grupo de especialistas internacionais marcou presença no porto nortenho, durante os dias 29 e 30 de Outubro.

Subordinado ao projecto ‘Docks The Future’, financiado pela Comissão Europeia, esta iniciativa, revelou a APDL, «teve como objectivo definir o conceito de ‘Porto do Futuro’ num horizonte temporal de pouco mais de uma década (2030)». Em cima da mesa, adiantou a administração do porto, estiveram temas como os «desafios relacionados com a simplificação e digitalização de processos, dragagens, reduções de emissões, transição de energia, electrificação, redes inteligentes, interface porto-cidade e gestão da utilização das energias renováveis».

Especialistas internacionais de vários quadrantes enriqueceram visão portuária do futuro

Com vários meses de maturação e análise, a ideia de ‘Porto do Futuro’ resultante da reflexão do projecto «foi validada pelos mais de 30 especialistas internacionais de alto nível em diversos domínios da área portuária, como o meio ambiente, as tecnologias de informação, as relações com as cidades portuárias, as infra-estruturas, as políticas marítimas e de transporte», informou a APDL.

Os especialistas incluem representantes de entidades tais como a Federação Europeia de Operadores Privados de Portos (FEPORT), a European Tecnology Plataforms, a Inland Navigation Europe, a Fundação do Porto de Valência, entre outros. A implementação do projecto está a cargo de um consórcio liderado pela Circle srl (Itália), pela Universidade de Génova (Itália), pelo Institut für Seeverkehrswirtschaft und Logistik – ISL (Alemanha), e pelo PortExpertise (Bélgica), contando também com a participação de uma entidade portuguesa, a Magellan – Associação para a Representação dos Interesses Portugueses no Exterior.

 

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com