Porto de leixões oe

Porto de Leixões tem «todo o interesse na valorização» da linha ferroviária do Douro

Marítimo Comentários fechados em Porto de Leixões tem «todo o interesse na valorização» da linha ferroviária do Douro 395
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Linha do Douro terá sangue novo: a acção estratégica da empresa Aethel Mining, a nova concessionária da segunda maior jazida de ferro da Europa, trará mais mercadorias à via férrea, até agora devotada a trânsitos bastante residuais. A exploração minéria em Moncorvo (que pode começar já este mês de Julho) levará cargas até ao Porto de Leixões, para depois a matéria-prima ser transportada para o centro da Europa.

Neste contexto, revela o ‘Dinheiro Vivo‘, o porto nortenho qualifica este novo tráfego como importante para o contínuo crescimento e dinamização da infra-estrutura, que tem crescido a olhos vistos nos últimos anos. Por dia serão enviadas 1400 toneladas de ferro para o Porto de Leixões, vindas de Moncorvo, com o potencial desse volume a poder crescer, caso haja uma aposta complementar no transporte fluvial.

APDL linha do douro via navegável do douroNuma segunda fase do projecto de transporte de ferro até ao porto nortenho, a eficiência pedirá a complementaridade entre a ferrovia e o transporte fluvial via Douro. Tal depende, como explicou ao ‘Dinheiro Vivo’ o presidente da Aethel Mining, Ricardo Santos Silva, depende das «obras de qualificação do canal navegável, sobretudo entre o Pinhão e o Pocinho», que vão permitir a circulação de navios maiores.

A obra custa 60 milhões de euros apenas poderá avançar caso conte com apoio financeiro comunitário. Segundo Nuno Araújo, que recentemente sucedeu a Guilhermina Rego na liderança do Conselho de Administração da APDL, será apresentada , «em breve», uma «nova candidatura» para que tal desígnio seja, no futuro, concretizado. Através do rio, será possível transportar «até 2300 toneladas», calcula Nuno Araújo.

No futuro, conjugando a linha do comboio com o rio Douro, poderão ser transportadas, todos os dias, 3700 toneladas de agregado de ferro. O transporte de ferro através da via férrea é encarado pela administração portuária como uma boa oportunidade para o Porto de Leixões, sendo um tónico ideal para aumentar a quota de mercado do transporte ferroviário na infra-estrutura portuária, muito dependente da rodovia.

«Temos todo o interesse na valorização desta linha e em substituir o camião pela ferrovia, até por preocupações ambientais», declarou Nuno Araújo, citado pela reportagem do ‘Dinheiro Vivo’.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com