operadores porto de lisboa portos

Porto de Lisboa anuncia certificação dos Sistemas de Segurança da Informação

Marítimo Comentários fechados em Porto de Lisboa anuncia certificação dos Sistemas de Segurança da Informação 242
Tempo de Leitura: 2 minutos

Através de uma nota disseminada no seu site oficial e nas redes sociais, a Administração do Porto de Lisboa (APL) anunciou ter concluído a certificação da norma ISO/IEC 27001:2013 – trata-se do padrão de referência internacional para os sistemas de Segurança da Informação.

«A certificação agora concluída vem reforçar a adopção das melhores práticas nacionais e internacionais assegurando a disponibilização dos sistemas de suporte ao regular funcionamento do Porto de Lisboa, nas suas múltiplas vertentes de ordem económica, financeira, patrimonial, de gestão de efectivos e de exploração portuária», comunicou a infra-estrutura portuária, na sequência do anúncio da certificação.

O porto da capital encontra-se, tal como a Revista Cargo oportunamente noticiou, na corrida pelo prémio ESPO 2020, este ano focado na Integração Social Portuária. O Prémio ESPO 2020 irá para a administração portuária que desenvolver a melhor estratégia de sucesso para atrair inovação e start-ups locais para o seu porto e, assim, combinar a oferta e a procura por soluções inovadoras no seu contexto logístico portuário, em benefício dos seus stakeholders. O Porto de Lisboa compete com projectos da Autoridade Portuária de Algeciras e Puertos del Estado e Porto de Amesterdão.

Recorde-se que o porto português esteve recentemente em destaque devido à proposta de Orçamento de Estado para 2021: no documento preliminar, destaca-se que a infra-estrutura portuária terá capacidade, já em 2021, para «fornecer energia eléctrica aos navios acostados (shore to ship), evitando o uso dos geradores próprios que consomem combustíveis poluentes»: um trunfo importante na descarbonização do transporte marítimo.

Segundo consta na Proposta de Lei do Orçamento de Estado (OE) para o próximo ano, o Porto de Lisboa, em especial o terminal de cruzeiros, contará com a capacidade para providenciar energia eléctrica aos navios acostados, o que evita a utilização dos geradores próprios que usam combustíveis poluentes. «Em 2021, dotar-se-á o porto de Lisboa, e em especial o terminal de cruzeiros, de capacidade de fornecer energia eléctrica aos navios acostados (shore to ship), evitando o uso dos geradores próprios que consomem combustíveis poluentes», pode ler-se no documento.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com