Porto de Ponta Delgada investe 32 milhões para duplicar área de contentores

Marítimo Comentários fechados em Porto de Ponta Delgada investe 32 milhões para duplicar área de contentores 340
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Governo Regional dos Açores anunciou que o Porto de Ponta Delgada vai ser alvo de uma empreitada orçada em 32 milhões de euros que visa «melhorar a operação» da infraestrutura, responsável por 64% do movimento comercial dos Açores.

O anúncio foi feito pela secretária regional dos Transportes e Obras Públicas na reunião da comissão eventual de inquérito ao sector público empresarial regional e associações sem fins lucrativos públicas, referindo que a obra pretende dar resposta ao que se prevê que seja o crescimento daquele porto no universo temporal de 10 a 15 anos.

Ana Cunha declarou que vai ser enviado na quarta-feira para publicação no Diário da República o anúncio da aberturade concurso de perfilhamento do cais e de repavimentação do terrapleno portuário, obra que vai permitir a operação de contentores em linha.

Área de terrapleno para contentores vai «aumentar significativamente»

Rhenus ContentoresA área de terrapleno para contentores de 20 e 40 pés vai «aumentar significativamente», sendo que no caso dos contentores de 40 pés a capacidade aumenta de 224 lugares para 540. Considerando esta uma obra de «importância crucial» para aquela infraestrutura, a titular da pastados Transportes disse ainda que se vai proceder à renovação dos equipamentos móveis do porto, de forma faseada,visando três empilhadoras numa primeira fase, no valor de 1,5 milhões de euros.

Ana Cunha disse que o porto de Ponta Delgada registou 1,5 milhões de toneladas de mercadorias movimentadas em 2017, valor que se vai voltar a verificar em 2018, o que significa 64% do volume regional de mercadorias.

Substituto do “Mestre Simão” já está a ser construído

A secretária regional dos Transportes afirmou ainda que o navio de 40 metros que vai substituir o “Mestre Simão”, da empresa pública Atlânticoline, que encalhou
na Madalena do Pico, já está em fase de construção.

O navio de maior dimensão para a mesma operadora marítima registou, no âmbito do concurso público lançado, três concorrentes qualificados, e que apresentaram propostas, estando estas a serem analisadas, estimando o Governo dos Açores que esteja operacional em 2020/2021, segundo a governante.

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com