porto de sines terminal xxi psa

Sines detém agora 49,2% da carga portuária nacional; Leixões e Lisboa são os que mais ganham

Marítimo Sem comentários em Sines detém agora 49,2% da carga portuária nacional; Leixões e Lisboa são os que mais ganham 651
Tempo de Leitura: 1 minutos

O primeiro mês de 2018 trouxe uma evolução negativa na movimentação de carga nos portos nacionais, com particular destaque para a quebra na carga contentorizada. Em ambos os casos, foi a evolução negativa do Porto de Sines que afectou os resultados.



Com 3.785.513 toneladas manuseadas em Janeiro (perdendo 878,3 mil toneladas face ao mesmo mês de 2017), o Porto de Sines registou uma variação negativa de 18,8%. Para esse resultado, muito contribuiu a sua evolução no segmento da Carga Contentorizada, onde registou uma quebra de -22,8%, perdendo 480 mil toneladas.

Portos de Leixões e Lisboa aumentam quota no sistema portuário

terminais sotagus lisboa yilportOra, os resultados menos positivos do Porto de Sines durante o primeiro mês de 2018 fizeram com que o porto alentejano perdesse a sua quota maioritária absoluta na movimentação portuária nacional, representando agora 49,2% do total manuseado nos portos do continente (-6,9 pontos percentuais).

Este comportamento induz um crescimento das quotas de todos os outros portos (à excepção de Faro), com especial destaque para Leixões e Lisboa que apresentam variações de +2 e +1,3 pontos percentuais, subindo as respectivas quotas para 21,6% e 12,7%.

Leave a comment

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com