Porto de Sines granéis

Porto de Sines possui «todas as condições para exportar o que quer que seja»

Logística, MarítimoComentários fechados em Porto de Sines possui «todas as condições para exportar o que quer que seja»613
Tempo de Leitura: 2 minutos

Em entrevista concedida à Lusa, Nuno Mascarenhas, presidente da Câmara Municipal de Sines, mostrou-se confiante nas capacidades operacionais e geoestratégicas do Porto de Sines, atirando mesmo que a infra-estrutura portuária «tem todas as condições para exportar o que quer que seja» para a Europa e para o mundo. A região vive um «momento de viragem» e encara com afinco a aposta no cluster energético alternativo.

Aludindo ao encerramento da central termoeléctrica de Sines, Nuno Mascarenhas antecipa que as perdas no emprego serão absorvidas, no futuro, pelos novos segmentos de negócio que se irão instalar na região – não apenas o cluster do hidrogénio, mas também outras áreas de negócio que vão ser desenvolvidas, seja no incremento do próprio Porto de Sines, seja noutros sectores. O autarca enalteceu ainda a aposta digital, como o cabo submarino que ligará em breve Portugal ao Brasil (entre Fortaleza e Sines) e a instalação subsequente de «alguns data center

Furtando-se a dar quaisquer informações prévias sobre a instalação e desenvolvimento do negócio do hidrogénio na região (uma vez que ainda está numa fase bastante preliminar), Nuno Mascarenhas afirmou somente que a localização do futuro projecto poderá passar pelo espaço livre deixado pela central termoeléctrica – uma possibilidade viável mas sem qualquer confirmação oficial, refira-se. A proximidade ao mar pode ser aí um trunfo, ainda que na zona industrial haja também «uma capacidade de instalação enorme», salientou o autarca.

Para Nuno Mascarenhas, Sines tem condições «excelentes» para receber todos os investimentos ligados ao cluster energético do futuro – o autarca disse mesmo que o investimento poderia vir «já amanhã», para que o arranque da produção e exportação (via Porto de Sines) do hidrogénio possa arrancar o mais depressa possível. O porto alentejano, frisou ainda, «tem todas as condições para exportar o que quer que seja» para a Europa e para o mundo.

Fonte: Lusa

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com