Tianjin

Porto de Tianjin avança com a construção do primeiro terminal de «zero emissões» do mundo

Marítimo Comentários fechados em Porto de Tianjin avança com a construção do primeiro terminal de «zero emissões» do mundo 317
Tempo de Leitura: 2 minutos

A fim de atingir o tão almejado Green Graal das zero emissões de carbono no terminal da secção C do porto chinês de Tianjin, o Tianjin Port Group construirá um sistema de abastecimento energético totalmente sustentável e alimentado a fontes alternativas, assim materializando, no terminal, uma cadeia de abastecimento verde e livre de emissões poluentes. A infra-estrutura será ainda estruturada com recurso a Inteligência Artificial.

A infra-estrutura portuária estará munida de um sistema integrado de energia eólica, solar e de armazenamento será usado como uma plataforma para fornecer energia verde a todo o terminal. O Tianjin Port Group, que opera a infra-estrutura, também construirá um sistema integrado de armazenamento de energia para atingir a produção estável do sistema de energia verde e zero emissões de carbono no fornecimento de energia.

Os equipamentos de carga e descarga do terminal, equipamentos de transporte horizontal e equipamentos auxiliares de produção serão todos, sem excepção, movidos a electricidade. Será adoptada uma tecnologia avançada de monitorização de energia para realizar análises estatísticas em tempo real do consumo energético das máquinas no terminal, assim garantindo um total controlo da almejada ausência de emissões de carbono.

Ao combinar a tecnologia tradicional de carregamento e descarregamento com operações automáticas, espera-se que o consumo de energia seja reduzido em -17%. «Na fase inicial de produção, com base em cálculos de desempenho, instalaremos duas turbinas eólicas e colocaremos sistemas fotovoltaicos nos telhados para obter um fornecimento de energia verde. À medida que o desempenho do terminal aumentar, também aumentará o consumo de energia», explicou Chen Yanping, que ocupa o cargo de director-geral adjunto do Tianjin Port Group.

«No próximo ano, instalaremos duas novas turbinas para combinar o consumo de energia com o fornecimento de energia e realizar a dinâmica de carbono zero do terminal», acrescentou Chen Yanping. O terminal deverá estar totalmente apetrechado no final de 2021. Este passo, adiantou ainda Yang Jiemin, vice-presidente do Tianjin Port Group, será o novo ponto de partida para acelerar um novo padrão de desenvolvimento de ‘portos verdes’: o porto chinês terá ainda, garantiu, Yang, uma plataforma inteligente de distribuição de contentores para camiões eléctricos.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com