Porto de Viana do Castelo intensifica aposta estratégica de abastecimento de GNL a navios

MarítimoComentários fechados em Porto de Viana do Castelo intensifica aposta estratégica de abastecimento de GNL a navios415
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) assegurou, no passado dia 11 de Abril, no Porto de Viana do Castelo, o segundo abastecimento de gás natural liquefeito (GNL) a um navio do armador Baleària Eurolíneas Marítimas.

Trata-se do ferry ‘Martín i Soler’, de 165 metros e com capacidade para transportar 1200 passageiros e cerca de 560 veículos, o qual se encontra desde inícios de Novembro de 2020 nos estaleiros navais da West Sea, em Viana do Castelo, para reconversão e modernização.

Porto de Viana do Castelo GNLOs trabalhos de reconversão do navio incidiram na instalação de um tanque de 360 metros cúbicos o que permitirá uma autonomia de cerca de mil milhas náuticas e na montagem de sensores para medir o consumo e as emissões em tempo real, explicou a APDL, em comunicado enviado às redacções.

A operação de abastecimento, ocorrida no Porto de Viana do Castelo, foi concertada entre a APDL, a West Sea, a Baleària (armador), a Marmedsa (Agente de Navegação) e a ESK (empresa especialista em transporte de gases liquefeitos e criogénicos), com a colaboração e suporte de entidades marítimas, portuárias e de protecção civil, tendo ainda nomeado a SGS Portugal como sua consultora para, conjuntamente com a equipa interna, supervisionar tecnicamente toda a operação do navio e do transportador/abastecedor. A check list com mais de 70 itens, sustentou o planeamento e o cumprimento rigoroso de todas as regras e políticas de prevenção de riscos e segurança, o que permitiu toda a tranquilidade e o sucesso da operação.

APDL «empenhada» em intensificar estratégia pró-GNL

Consciente da importância do GNL para a redução das emissões de gases com efeitos de estufa, a APDL «reconhece que no caso do transporte marítimo, a sua utilização pode permitir ao sector cumprir as exigências de diminuição do teor de enxofre e azoto nos combustíveis navais, pelo que a Administração Portuária está empenhada em desenvolver uma estratégia que coloque os portos sob sua jurisdição na rota do abastecimento de GNL a navios», frisou a APDL. Nos últimos anos a utilização de GNL como combustível marítimo tem aumentado, sendo uma alternativa aos combustíveis tradicionais, permitindo atenuar os problemas ambientais e cumprir com a legislação aplicável ao transporte marítimo.

Recorde-se que o Porto de Viana do Castelo estreou-se no abastecimento de GNL a navios em Julho de 2020 – à data, o navio ‘Sicilia’, de 186 metros e com capacidade para transportar mil passageiros e mais de 400 veículos, foi abastecido com cerca de 125 m3 de GNL no Terminal Multiusos.

Saiba mais sobre a aposta do Porto de Viana do Castelo:

APDL estreia-se, no Porto de Viana do Castelo, na operação de abastecimento de GNL a navios

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com