apdl Leixões terminal de granéis

Portos do Continente movimentaram 7,5 milhões de toneladas (-0,2%) em Janeiro de 2021

Marítimo Comentários fechados em Portos do Continente movimentaram 7,5 milhões de toneladas (-0,2%) em Janeiro de 2021 292
Tempo de Leitura: 2 minutos

Os portos do Continente registaram, segundo dados compilados pela Autoridade da Mobilidade dos Transportes (AMT) um volume total de carga de 7,47 milhões de toneladas em Janeiro de 2021, uma quebra de 15,9 mil toneladas face a Janeiro de 2020, traduzida em um ligeiro recuo de 0,2%.

«Estas quebras são explicadas maioritariamente pelo confronto da Carga Contentorizada com um registo positivo traduzido por um acréscimo de +546,4 mil toneladas, correspondente a +22,3%, e do Petróleo Bruto, com um registo negativo traduzido por um decréscimo de 574,5 mil toneladas, correspondente a 40,3%», explicou a AMT, em um relatório ao qual a Revista Cargo teve esta Segunda-feira acesso.

Portos de Aveiro, Setúbal, Faro e Sines com variações homólogas positivas

Porto de Aveiro ZALIQuanto aos restantes mercados, o impacto, realça o documento, «não foi tão significativo, destacandose os Produtos Petrolíferos que registaram um decréscimo de 142,9 mil toneladas (8,3%)». A AMT salienta ainda que os únicos mercados que registaram um comportamento negativo no mês de Janeiro de 2021 foram os mercados energéticos, do Carvão, do Petróleo Bruto e dos Produtos Petrolíferos, representando, no total, uma quebra de 23%. Quanto aos mercados com comportamento positivo, merecem particular destaque os que integram a classe de Carga Geral que registam globalmente uma variação de +18,8%, sendo responsáveis por 49,3% do mercado total, detalha ainda o documento.

O comportamento dos mercados de cargas determinou variações homólogas positivas nos portos de Aveiro, Setúbal, Faro e Sines, com particular destaque para este último cujo movimento excede em +450,6 mt observado em Janeiro de 2020, traduzindo um comportamento de +11,9%. Aveiro e Setúbal estão em merecido destaque, «uma vez que o primeiro regista a melhor marca de sempre observada nos meses de Janeiro, excedendo o volume homólogo de 2020 em +67,9 mt (+14,2%), e o segundo que observa um acréscimo de +54,9 mt (+12,4%)», sublinha a AMT.

Fecho da refinaria da Petrogal: Leixões «fortemente» penalizado

Dos portos que apresentam um comportamento negativo, saliente-se o Porto de Leixões, que, explica o documento foi «fortemente penalizado por não realizar qualquer operação de desembarque de Petróleo Bruto e ver reduzido o movimento de Produtos Petrolíferos», registando uma diminuição de 559,6 mt, ou seja 31,2%, comparativamente ao período homólogo. O fecho da refinaria foi crucial para este resultado. Quanto ao volume da diminuição da tonelagem de carga movimentada seguese a Figueira da Foz com 18,9 mt (11,3%) e Lisboa com 11,6 mt (1,5%).

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com