ponte leixões porto

Portos nacionais cresceram 5,1% até Outubro, atingindo 81,3 milhões de toneladas

MarítimoComentários fechados em Portos nacionais cresceram 5,1% até Outubro, atingindo 81,3 milhões de toneladas438
Tempo de Leitura: 2 minutos

A AMT anunciou os resultados dos portos nacionais relativos aos primeiros dez meses do ano, nos quais foram movimentadas 81,3 milhões de toneladas – um valor que representa um crescimento de 5,1% face ao mesmo período do ano passado.



Como vem sendo habitual nos vários exercícios deste ano, o valor acumulado até Outubro representa o valor mais elevado de sempre no período Janeiro-Outubro. Destaque claro para os contentores com o melhor período de sempre!

E destaque ainda para o Porto de Lisboa que é o que mais cresce!

Escalas de navios creceram 2,2%

No mesmo período, o movimento de navios nos portos comerciais do Continente cifrou-se nas 9.230 escalas, um número que representa um crescimento de 2,2% face ao período homólogo de 2016. Representa ainda um volume total de arqueação bruta (GT) superior a 174,7 milhões (+4,9% do que o verificado em igual período de 2016) e que constitui a marca mais elevada de sempre nos períodos homólogos. Por portos, foi Leixões aquele que registou o maior número de escalas, com um total de 2.263 (quota de 24,5% e mais 114 escalas que em Lisboa, que tem quota de 23,3%).

Carga embarcada e desembarcada

Entre a carga embarcada e desembarcada, os números da AMT mostram que o porto que registou um maior crescimento de carga embarcada foi o de Lisboa, com um crescimento de 47,1% ficando agora com uma quota de 13,3%. Já Leixões tem agora uma quota de 18,9%, depois de um crescimento de 5,3%. A AMT lembra que «o crescimento de Lisboa justifica-se pelo ciclo de recuperação de tráfego perdido em anos anteriores por efeito, nomeadamente, de perturbações laborais».

Já na carga desembarcada, registou-se um movimento global de 48,2 milhões de toneladas, para o qual contribuiu com maior significado o tráfego de Produtos Petrolíferos, que registou um acréscimo de +31,3%, fixando a sua quota em 14,3%. Os portos que induziram um impacto mais significativo no comportamento deste segmento de mercado foram Sines, Aveiro, Leixões e Lisboa, com variações de +5,5%, +25,6%, +9,8% e +13,8%, respectivamente.

Portos com perfil exportador

A AMT destaca ainda os portos com perfil exportador: Viana do Castelo, Figueira da Foz, Setúbal e Faro. Estes registaram, entre Janeiro e Outubro, um volume de carga embarcada superior ao da carga desembarcada, com um quociente entre carga embarcada e o total movimentado, no período em análise, de 81,2%, 63,5%, 58,3% e 100%, respectivamente.

Porto de Lisboa já ganhou mais de 2 milhões de toneladas face a 2016



Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com