ferrovia IP obras

Portugal e Espanha comprometem-se a estreitar laços para eliminar fronteiras logísticas

Logística, TerrestreComentários fechados em Portugal e Espanha comprometem-se a estreitar laços para eliminar fronteiras logísticas584
Tempo de Leitura: 2 minutos

O reforço das áreas de logística da fronteira luso-extremenha foi um dos temas mais badalados durante a cimeira luso-espanhola, realizada na passada Quarta-feira, em Valladolid.

Do encontro resultou a declaração conjunta que firmou, preto no branco, a intenção de ambos os Estados de «fortalecerem a cooperação transfronteiriça em logística e reforçarem especificamente esta cooperação nas áreas logísticas da faixa luso-extremenha», com vista a «gerar mais sinergias» entre as duas nações e a fomentar uma maior «competitividade», cita o jornal espanhol ‘El Vigia’.

Protocolo de colaboração em cima da mesa ibérica

O documento, relata o jornal, especifica que «foi decidido estudar a possibilidade de assinar um protocolo de colaboração especial que define os eixos necessários para o estabelecimento e funcionamento de uma estrutura conjunta e partilhada de gestão e planeamento dos sistemas logísticos de Elvas-Campo Maior e Badajoz, constituída por representantes do Governo de Espanha, do Governo de Portugal, da Junta de Extremadura e dos municípios de Elvas, Campo Maior e Badajoz».

Vinca ainda o documento o compromisso de Portugal e Espanha de «coordenar os seus esforços na regulamentação e fiscalização», reforçando o «compromisso com a colaboração na luta contra a fraude, a fim de proteger a competitividade e o desenvolvimento sustentável do sector num contexto de concorrência leal». A declaração conjunta também incide sobre acções no domínio das infra-estruturas, com especial ênfase nas ligações ferroviárias.

Portugal e Espanha mostram satisfação pelos avanços infra-estruturais na ferrovia e rodovia

Neste âmbito, os dois Estados constataram a satisfação «pelo início dos primeiros trabalhos e pelo concurso para os principais contratos da secção de Évora/Caia (fronteira) e pelo desenvolvimento da secção de Badajoz/Plasencia; pelo início das obras que permitirão a abertura da secção da Covilhã/Guarda e o arranque das obras de electrificação da secção Fuentes de Oñoro (fronteira)/Salamanca; pelo desenvolvimento das obras de modernização e electrificação do troço Nove/Viana do Castelo /Valença», cita a publicação.

A rodovia também não ficou de fora, sendo de ressalvar «o progresso dos trabalhos para a conclusão da rodovia na fronteira Vilar Formoso / Fuentes de Oñoro, tendo em vista o progresso da construção da A62, na parte espanhola , e pela assinatura do contrato de obras para a conclusão da A52, na parte portuguesa».

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com