A Revista Cargo associa-se aos Prémios Excellens Mare 2018 – conheça os vencedores!

Marítimo Comentários fechados em A Revista Cargo associa-se aos Prémios Excellens Mare 2018 – conheça os vencedores! 632
Tempo de Leitura: 4 minutos

A Revista Cargo associa-se este ano aos Prémios Excellens Mare, atribuídos pela PwC Portugal. Com estes, a PwC pretende reconhecer a excelência e o mérito nas actividades do mar, algo que considera fundamental para o desenvolvimento da economia do mar em Portugal e no Mundo.



Os Prémios Excellens Mare são atribuídos anualmente, na Gala Excellens Mare, que se realiza na cidade da Figueira da Foz e que acolhe mais de 500 convidados. São atribuídos prémios nas categorias “Navigare Mare”, “Athletice Mare”, “Natura Mare”, “Scientia Mare”, “Indentitas Mare”, “Valoris Mare” e “Excellens Mare”.

Prémios que reforçam a motivação das pessoas e equipas, refere a PwC

«Os Prémios Excellens Mare são um contributo de referência no reconhecimento da excelência e do mérito nas actividades do Mar. A sinalização e o reconhecimento de casos de sucesso e de referência no âmbito das actividades do mar, para além de serem um acto de justiça em relação a quem dedica o seu talento ao crescimento azul, são fundamentais para reforçar a motivação de pessoas e de equipas que pretendam dar o seu continuado contributo para a valorização sustentável dos recursos do mar. Apenas com a promoção da excelência e a defesa do mérito será possível avançar para patamares mais elevados de crescimento e de desenvolvimento sustentável num contexto de desafios cada vez mais complexos à escala global! Parabéns aos premiados de 2018 que são excelentes exemplos de mérito no mar!», refere Miguel Marques Presidente do Júri Excellens Mare.

A Gala Excellens Mare deste ano está marcada para o Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz, no próximo dia 14 de Abril.

Vencedores de 2018 já são conhecidos

Os vencedores são escolhidos pelo Júri Excellens Mare, presidido por Miguel Marques, da PwC Portugal. Os restantes membros do Júri são António Costa e Silva, António Isidoro, Helena Vieira, Isabel Gião de Andrade, João Pedro Azevedo, Maria Celeste Hagatong, Pedro Quintela e Sofia Galvão.

O “Prémio Excellens Mare” tem como objectivo reconhecer a excelência e o mérito de pessoas ou entidades que desempenhem ou tenham desempenhado um papel fundamental na implementação de uma visão integrada de desenvolvimento económico sustentável das actividades do Mar ou com impacto positivo e transversal em sectores importantes da economia do mar. Em 2018, o Prémio foi atribuído a Peter Heffernan.

Miguel Marques (PwC) é o presidente do Júri.

Já o “Prémio Valoris Mare”, que tem o objectivo de reconhecer a excelência de pessoas, empresários, empresas ou entidades que criam valor e geram riqueza no âmbito da economia do Mar, será este ano entregue à Gelpeixe.

No caso do “Prémio Identitas Mare”, cujo objectivo passa por reconhecer a excelência e o mérito de pessoas ou entidades que utilizam as temáticas do meio aquático como recurso essencial e meio inspirador das suas produções de arte e cultura, desde a música, escultura, pintura, escrita, fotografia, cinema…, bem como outros projectos que promovam a cultura marítima, tem como vencedor a Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios.

O “Prémio Navigare Mare” tem como objectivo reconhecer a excelência e o mérito de pessoas ou entidades com provas dadas na segurança (“safety”) de pessoas que contactam com o meio aquático; ou que tenham criado formas de cooperação relevantes entre actores relacionados com o mar com o objectivo de desenvolverem actividades conjuntas que acrescentem valor; ou com muita experiência de trabalho em meio aquático, nomeadamente que operem muitas horas em embarcações, plataformas ou outras estruturas em contacto directo com o meio aquático. O vencedor deste ano é a Fundação Fernando Henrique Cardoso.

Por sua vez, o “Prémio Athletice Mare”, que visa reconhecer a excelência e o mérito de pessoas ou entidades que utilizam e/ou promovem o meio aquático como contexto de actividades físicas e desportivas, será entregue ao Clube Naval de Cascais.

Em relação ao “Prémio Scientia Mare”, que reconhece a excelência e o mérito de pessoas ou entidades que produzem avanços significativos no conhecimento do meio aquático ou que promovam a inovação azul, tem como vencedor o  Instituto Hidrográfico.

Por fim, o “Prémio Natura Mare”, que tem o objectivo de reconhecer a excelência e o mérito de pessoas ou entidades que actuem no sentido da preservação e valorização do meio aquático, foi este ano atribuído à Fundação Rebikoff-Niggeler.



Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com