‘Punta Tigre’ espelha «percurso notável» de «resiliência» do Grupo ETE, afirmou a Ministra do Mar

Marítimo Comentários fechados em ‘Punta Tigre’ espelha «percurso notável» de «resiliência» do Grupo ETE, afirmou a Ministra do Mar 709
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Revista Cargo prossegue a sua cobertura jornalística da apresentação do workboat multi-funções ‘Punta Tigre’, construído pala Navaltagus, que integra o Grupo ETE – a embarcação será ‘exportada’ para o Uruguai e simboliza, afirmou a Ministra do Mar durante a cerimónia, o potencial naval português, no qual os portos também terão uma importante palavra a dizer. Ana Paula Vitorino reservou ainda múltiplos elogios à «resiliência» do grupo 100% luso.

«O Grupo ETE é motivo de orgulho nacional. Um grupo de capital 100% português, com 82 anos de história, que tem demonstrado uma inegável resiliência, empenho, ambição e espírito de inovação, sendo, sem dúvida, um dos maiores impulsionadores do crescimento e internacionalização da Economia do Mar em Portugal», frisou a ministra, enaltecendo o percurso do grupo nos últimos três anos, apelidando-o de «notável».

Lembrando que o crescimento do sector da construção naval foi bandeira prioritária deste Governo, Ana Paula Vitorino afirmou que entre 2015 e 2017, «o valor acrescentado bruto gerado pelas empresas da Economia do Mar terá crescido 9,1%, o volume de negócios 7,6% e a sua produção 5,6%», tendo o sector da Construção, Manutenção e Reparação Naval um contributo «notório»: a produção disparou 11,6% e o volume de negócios 13,8%.

Esta «grande oportunidade» do sector terá de ser acompanhada, alertou a ministra, por um aumento «da competitividade dos portos» portugueses, no sentido de disponibilizar uma nova oferta capaz de «aumentar a atractividade internacional e potenciar o desenvolvimento da indústria naval». Para a líder da pasta, «este sector é um lugar de oportunidade para a concretização de novas rotas de cooperação marítima».

«Acredito firmemente que a tecnologia e a inovação são os instrumentos mais adequados para responder a estes novos desafios. E o Grupo ETE tem sido claro exemplo disso», rematou Ana Paula Vitorino, que, após completar o seu discurso no Salão Almada Negreiros (na gare marítima Rocha Conde de Óbidos), subiu a bordo da embarcação construída pelo grupo português, na companhia de Lídia Sequeira, Luís Nagy e Luís Figueiredo.

Veja mais fotos do ‘Punta Tigre’:

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com