Reta Bombeiros de Arganil

Reta doa semi-reboque aos Bombeiros Voluntários de Arganil

Empresas, Veículos Comentários fechados em Reta doa semi-reboque aos Bombeiros Voluntários de Arganil 341
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Reta – Serviços Técnicos e Rent-a-Cargo, S.A., empresa do grupo Luís Simões, informou ter doado um semi-reboque frigorífico aos Bombeiros Voluntários de Arganil, ao abrigo da sua política de Responsabilidade Social.



03_09_2018_Nuno Teixeira2ºComandanteBombeirosVoluntáriosArganil_Paulo Caires_DiretorMarketingVendasRetaA empresa informa ainda que este veículo terá como principal função servir de Posto de Comando Operacional no apoio ao combate aos incêndios. A sua entrega decorreu no Centro de Assistência Técnica do Carregado e contou com a presença de Paulo Caires, Director de Marketing e Vendas da Reta, e de Nuno Teixeira, 2º Comandante dos Bombeiros Voluntários de Arganil.

Veículo com duas funções

De acordo com a corporação, o veículo será transformado em duas partes distintas: refrigeração para manter alimentos e bebidas frescos num compartimento mais pequeno, e a divisória maior será equipada com camas para o descanso dos operacionais envolvidos no teatro de operações.

Segundo Nuno Costa, Comandante dos Bombeiros Voluntários de Arganil, o sistema de refrigeração permite ter duas temperaturas diferentes e dois espaços distintos. A viatura possibilitará, ainda, que os operacionais permaneçam junto das ocorrências, garantindo uma resposta mais célere e eficaz e mais horas de descanso, uma vez que nos incêndios florestais os operacionais são sujeitos a temperaturas elevadas e a um elevado esforço físico., acrescentando que «ao garantirmos bebidas frescas, contribuímos para uma maior motivação individual e de grupo».

Para Nuno Costa «a empresa Luís Simões e os Bombeiros de Arganil estão juntos na prossecução do interesse público. A utilização do equipamento irá depender sempre da natureza da ocorrência. Assim, prevemos que seja utilizado mais de 20 vezes durante o ano e, se considerarmos que as operações de rescaldo e vigilância são por norma demoradas, pode chegar a mais de 60 horas de empenhamento dos operacionais».

Dimensão da empresa e do grupo Luís Simões torna prioritária a responsabilidade social

Já Paulo Caires, Director de Marketing e Vendas da Reta, afirmou que «pela dimensão da empresa e grupo que representamos, a responsabilidade social tem obrigatoriamente de estar presente no nosso dia-a-dia. Esta acção é apenas uma parte visível do nosso trabalho diário e, neste caso, uma forma de retribuir o esforço e dedicação que esta corporação de bombeiros dedica à sociedade».

A Reta relembra ainda que, em 2017, Portugal enfrentou grandes incêndios, que custaram vidas e destruíram casas de habitação e complexos industriais. «Perante estas tragédias, e ciente do dever da sociedade em prestar todo o apoio possível junto daqueles que combateram e continuam a combater tais calamidades, esta é uma das formas de o grupo Luís Simões levar a cabo a sua política de responsabilidade social».



Author

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com