Rhenus Arkon Shipinvest

Rhenus-Arkon-Shipinvest apresenta frota ecológica para tráfegos de curta distância

Marítimo Comentários fechados em Rhenus-Arkon-Shipinvest apresenta frota ecológica para tráfegos de curta distância 270
Tempo de Leitura: 3 minutos

A companhia de navegação Rhenus-Arkon-Shipinvest, pertencente ao Grupo Rhenus, desenvolveu a sua própria frota para curta distância. Também realizou um pedido para os primeiros quatro navios ecológicos conhecidos como ‘Hanse Eco Short Sea Coasters’. Espera-se que a produção destas embarcações comece em Fevereiro de 2020. Os navios deverão estar prontos para entrega durante a segunda metade de 2021. Estas embarcações incorporarão as tecnologias mais vanguardistas relativamente a meio ambiente, digitalização e design.

Frota ‘Hanse Eco’: uma iniciativa de Torsten Westphal

A frota ‘Hanse Eco’ é o resultado de uma iniciativa levada a cabo por Torsten Westphal, membro fundador da Arkon Shipping. O desenvolvimento de uma frota de curta distância representa uma solução sustentável para a construção de embarcações que está desenhada para satisfazer necessidades concretas, numa operação que tem vindo a realizar com o seu sócio Rhenus, companhia especialista, com experiência comprovada na indústria. Como resultado, a Rhenus-Arkon-Shipinvest desenvolveu o seu próprio standard de navios para os tráficos europeus de curta distância.

O navio contará com uns 90 metros de largura e com uma capacidade de carga de 4.200 toneladas. A zona de carga poderá armazenar mais de 5.500 m3 de mercadorias. «A nossa frota ‘Hanse-Eco’ tem-se consolidado como uma referência no sector para assumir o cumprimento dos requisitos na luta contra a mudança climática. Temos vindo a proporcionar um elevado padrão de qualidade nas operações de transporte marítimo, desde o momento da planificação até que ao momento em que os navios iniciam a operação», explica Torsten Westphal, accionista da Rhenus-Arkon-Shipinvest.

Design versátil e uma operação preparada para respeitar as normas da IMO

Os navios ‘Hanse-Eco’ contam com características específicas como por exemplo: ter a ponte de controlo na dianteira, o que proporciona uma vista clara e mais precisa durante os processos de carga, bem como a forma inovadora do casco que reduz o consumo de combustível. Conta também um comprimento mais amplo da zona de carga, que permite transportar cargas especiais. Desta forma, este tipo de embarcação é ideal para a gestão de mercadorias volumosas, podendo ainda dar serviço a novos sectores graças à capacidade do seu ‘tecto aberto’.

Juntamente com os sistemas de tratamento de água, que serão obrigatórios a partir de 2020, os estes navios ecológicos estão equipados com um sistema de propulsão híbrido com um conversor catalítico orgânico, suporte para um motor eléctrico e uma unidade de pós-tratamento para gases residuais. Tudo isso não só atenderá aos requisitos do futuro padrão de emissões de gases de nível III da IMO, mas também reduzirá significativamente as emissões de dióxido de carbono e partículas, bem como o consumo de combustível.

«Um sistema de automação integrado e o uso da mais recente tecnologia simplificam os processos operacionais a bordo e nos portos, além de reduzir o trabalho administrativo dos capitães», acrescentou Ralf Uebachs, director administrativo da Rhenus-Arkon-Shipinvest.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com