Porto de Lisboa

Rui Raposo (CPL): «É nosso desejo contribuir para acelerar a recuperação do movimento no porto de Lisboa»

Entrevistas, Marítimo Comentários fechados em Rui Raposo (CPL): «É nosso desejo contribuir para acelerar a recuperação do movimento no porto de Lisboa» 642
Tempo de Leitura: 3 minutos

No próximo dia 15, a Comunidade Portuária de Lisboa (CPL) realizará um Seminário subordinado ao tema ‘Porto de Lisboa – Desafios e Afirmação’. A Revista Cargo falou com Rui Raposo, o presidente da CPL, que antecipou o evento e definiu dois grandes desafios actuais para o Porto de Lisboa: manter a paz social e definir quais serão os terminais do porto da capital no futuro.

Rui Raposo, presidente da Comunidade Portuária de Lisboa.

REVISTA CARGO: A CPL prepara-se para organizar o Seminário ‘Porto de Lisboa: Desafios e Afirmação’. Qual o objectivo essencial por detrás desta iniciativa?

RUI RAPOSO: O objectivo essencial deste Seminário é relançar o porto da capital depois dos anos de greves e instabilidade laboral que ditaram o seu declínio no panorama nacional. É um objectivo partilhado pelo Ministério do Mar e pela Administração do Porto de Lisboa. Queremos que o seminário sirva para projectar o início de uma nova fase do porto, onde as pontes entre todos os parceiros, afirmem a estabilidade e a confiança necessárias para trazer de volta os armadores internacionais e as suas escalas.

Pode resumir o que será o evento, em particular o programa previsto e os oradores que marcarão presença?

Na Sessão de abertura a Senhora Presidente da Administração do Porto de Lisboa, Drª. Lídia Sequeira, fará uma intervenção em torno do tema do Seminário “Porto de Lisboa – Desafios e Afirmação”

No painel da manhã “Desafios do porto de Lisboa no futuro” serão abordados temas relevantes relacionados com o futuro do porto de Lisboa incluindo o aumento da sua eficiência e da competitividade.

Da parte da tarde o Prof. Augusto Mateus fará uma dissertação sobre o valor económico e social do porto de Lisboa

No painel da tarde subordinado ao tema “O porto e as Cidades”, o objectivo principal é obter o contributo das Autarquias para o potenciar da relação entre o porto e as cidades e saber o que pensam sobre o modo de conseguir a tão desejada maior aproximação porto-cidade.

Enquanto presidente da CPL, que grandes desafios atuais identifica para este porto?

Actualmente o porto de Lisboa tem dois grandes desafios. Um é conseguir as pontes necessárias entre todos os parceiros de modo a garantir a paz social que se verifica desde meados de 2016, para podermos reforçar a confiança deste porto junto dos armadores estrangeiros. O outro é definir o seu ordenamento futuro, e quais vão ser os terminais de amanhã no porto de Lisboa para que os operadores possam investir neles e desenvolver a sua capacidade e demonstrar aos clientes, agentes e armadores que faz sentido contar com o porto de Lisboa para o futuro das cadeias logísticas.

Como tem visto a evolução nos resultados de movimentação em Lisboa, em clara recuperação?

Graças às negociações que foram conseguidas entre os Operadores Portuários e o Sindicato dos Estivadores, com o essencial contributo da Senhora Ministra do Mar e da Administração do Porto de Lisboa, foi recuperada a estabilidade laboral e os armadores estão lentamente a voltar a escalar o porto de Lisboa. É nosso desejo, e por isso fazermos agora este seminário, em estreita colaboração com a Administração do Porto de Lisboa, contribuir para acelerar esta recuperação do movimento que em parte já se fez sentir no primeiro trimestre deste ano.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com