MARL

Saúde financeira e novos investimentos auguram pujante futuro ao MARL

Empresas, LogísticaComentários fechados em Saúde financeira e novos investimentos auguram pujante futuro ao MARL600
Tempo de Leitura: 3 minutos

O exercício do maior mercado abastecedor do país – o MARL – em 2018 foi sintetizado pelo Presidente do Conselho de Administração e CEO do Grupo SIMAB de forma clara durante a análise dos Documentos de Prestação de Contas, aprovados no arranque de Abril. Para Rui Paulo Figueiredo, 2018 marcou um reforço das negociações em curso, de contratos celebrados, de projectos e obras iniciados.

Estes esforços traduzir-se-ão, nos próximos exercícios, em especial a partir de 2020, num reforço substancial, e recorrente, dos rendimentos do Mercado, explicou Rui Paulo Figueiredo. «Em milhares de euros, temos hoje um volume de negócios de 13 327 e gastos operacionais de 3 590, isto para um resultado líquido de 4 milhões e 180 mil euros. O EBITDA é de 10 065, a dívida financeira líquida é de 38 823, os capitais próprios de 64 520, com uma rentabilidade de 6,5% e uma dívida financeira face ao EBITDA de 3,9», disse.

Gestão dos gastos e forte dinâmica comercial pautaram 2018 e potenciaram chances que o MARL não desperdiçou

A gestão rigorosa dos gastos operacionais, «embora com reforço em áreas essenciais ao bom funcionamento dos espaços e ao reforço da atractividade do Mercado», em conjugação com a dinâmica promocional e comercial introduzida, permitiu continuar a aumentar as taxas de ocupação do Mercado, potenciando as oportunidades e vantagens proporcionadas pela recuperação da economia.

O bom desempenho das vendas reflecte, em grande parte, o retorno do investimento na atractividade e promoção da oferta comercial do MARL e dos serviços prestados, bem como um posicionamento, «a que urge dar continuidade», «mais próximo dos potenciais clientes e dos clientes dos nossos clientes», explicou o CEO do Grupo SIMAB.

Caminho de progresso «não pode ter retorno»

Para Rui Paulo Figueiredo, o progressivo investimento de reposição da capacidade produtiva da MARL, SA, bem como em novos meios tecnológicos, têm vindo a ter um peso relevante no plano de despesas de capital, sendo este «investimento fundamental para garantir a qualidade, a eficiência da operação e a inovação de propostas de valor, tendo um papel muito importante no potencial de crescimento das vendas a médio/longo prazo, o que se tem vindo a concretizar e que, face aos contratos já assinados, se irá acentuar.

«Este é um caminho que não pode ter retorno; afinal, face ao diagnóstico realizado, quanto às necessidades de investimento, ainda há muito a fazer nos próximos anos», disse, sublinhando que, «voltar ao tempo da ausência de investimento, de foco no cliente e na qualidade do serviço ou na falta de assertividade comercial, «seria voltar a comprometer o futuro do MARL enquanto maior plataforma logística de base agro-alimentar do país».

Resultado líquido de 4180 milhares de euros

A MARL, SA encerrou o ano de 2018 com um Resultado Líquido de 4 180 milhares de euros, tendo o EBITDA totalizado 10 065,2 milhares de euros. A margem do EBITDA atingiu 72% no exercício económico de 2018, em linha com o ano anterior. Expurgando as situações não recorrentes o EBITDA recorrente regista um acréscimo de 555,6 milhares de euros (+5,8%), face ao ano anterior.

A MARL, SA encerrou, assim, o exercício de 2018 com um Resultado Líquido de 4 180 milhares de euros, correspondente a uma margem líquida sobre os rendimentos operacionais de 30% e uma rendibilidade do capital próprio de 6,9%.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com