SDM e EISAP congratulam-se com reconhecimento internacional do Registo de Navios da Madeira

Marítimo Sem comentários em SDM e EISAP congratulam-se com reconhecimento internacional do Registo de Navios da Madeira 340
Tempo de Leitura: 2 minutos

Em comunicado publicado no seu website, a SDM – Sociedade de Desenvolvimento da Madeira reage ao relatório sobre a performance dos registos de navios referente ao período 2017-2018, publicado recentemente pela International Chamber of Shipping (ICS), o qual reconheceu a qualidade da marinha mercante com bandeira portuguesa ao nível das melhores do mundo.



A análise efectuada à marinha mercante portuguesa assinalou um comportamento sem falhas, comparando assim Portugal com frotas de alta qualidade como são, por exemplo, os casos das frotas alemã, holandesa e norueguesa, repetindo a performance muito positiva já verificada na análise de 2016-2017, pode ler-se no comunicado da entidade responsável pela promoção do Registo Internacional de Navios da Madeira – MAR.

SDM salienta desempenho do MAR no posicionamento da bandeira portuguesa

A SDM destaca que para este posicionamento internacional da bandeira portuguesa no sector do shipping é determinante o papel do Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR), em primeiro lugar, por promover a atracção de armadores de grande qualidade e, em segundo lugar, devido ao número de navios de comércio registados (cerca de 500) e correspondente tonelagem de arqueação bruta.

«Para a SDM, trata-se de uma excelente notícia na medida em que esta análise coloca indiscutivelmente o MAR e o País entre os mais respeitados e competitivos do mundo, confirmando outros relatórios emitidos por organismos e entidades internacionais do sector, como aconteceu em 2017 com o Comité do Memorandum (MOU) de Paris e com o Índice Qualship da Guarda Costeira Americana», refere a entidade, que acrescenta que, do seu ponto de vista, «estas avaliações sublinham o trabalho que tem sido feito no sentido de aumentar a credibilidade do MAR e a sua competitividade internacional, e evidenciam a capacidade deste registo português de ombrear com os maiores registos europeus e mundiais».

EISAP satisfeita mas diz que falta regular utilização de segurança privada a bordo

Também a European International Shipowners Association of Portugal (EISAP) se mostrou satisfeita com o relatório da ICS, sublinhando que «são resultados importantes para os armadores internacionais com navios registados no MAR», na essência, porque mostram que «a sua escolha pelo MAR foi a mais acertada».

Reconhecendo que nos últimos anos «tem sido feito um trabalho relevante, quer pela SDM quer pela Comissão Técnica do Registo, e que existe, de facto, uma comunhão de vontades para o desenvolvimento do MAR e para a afirmação da bandeira portuguesa em termos globais, no que concerne ao shipping», designadamente nos Governos da República e da Região Autónoma da Madeira , a EISAP alerta que ainda há passos importantes por dar.

Apesar dos progressos evidentes para conferir maior robustez e maior competitividade à indústria do shipping em Portugal, a EISAP lembrou que é «da máxima urgência regular a utilização de segurança privada a bordo de navios nacionais, quando navegam em áreas de risco naquilo que à pirataria marítima diz respeito».

Enquanto esta matéria não estiver regulamentada, defende a EISAP, «será difícil continuar a atrair armadores e agentes internacionais já que nenhum armador pretende arriscar a vida de tripulantes, nem os seus navios ou as mercadorias que transportam».



Leave a comment

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com