seal greve plenario

SEAL: Greve ao trabalho suplementar prolonga-se até 2019

Marítimo Comentários fechados em SEAL: Greve ao trabalho suplementar prolonga-se até 2019 384
Tempo de Leitura: 1 minutos

Em plenário, ontem realizado antes da manifestação realizada por este sindicato, o SEAL – Sindicato dos Estivadores e da Actividade Logística aprovou a extensão da greve ao trabalho suplementar até ao dia 1 de Janeiro de 2019.



O sindicato justifica esta medida pela «total ausência de respostas por parte das entidades patronais, dos sucessivos jogos de espelhos que não deram nenhuma resposta nem às perseguições de natureza sindical, nem à precariedade extrema, nem ao quadro de desigualdade entre os estivadores dos diferentes portos».

O Sindicato acusa ainda a AOPL de ter rasgado unilateralmente o acordo que vigorava no Porto de Lisboa (algo que a mesma já justificou ter sido motivado pelo facto de este mesmo sindicato ter desrespeitado a paz social prevista pelo acordo).

Assim, os associados deste sindicato nos portos de Leixões, Figueira da Foz, Lisboa, Setúbal, Sines, Caniçal, Ponta Delgada e Praia da Vitória continuarão a não realizar horas suplementares até ao próximo ano.

SEAL apela a «negociações sérias»

Já mais tarde, em comunicado, o SEAL apelou ainda a «negociações sérias que conduzam ao fim das perseguições de natureza sindical, à limitação da precariedade, ao respeito pela lei da greve, ao desbloqueio da contratação colectiva», para que desta forma possa obter um contrato colectivo de trabalho a nível nacional.



Author

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com