Siemens tem mega-projecto de “tomada eléctrica” para navios no Porto de Kiel

Marítimo Comentários fechados em Siemens tem mega-projecto de “tomada eléctrica” para navios no Porto de Kiel 342
Tempo de Leitura: 3 minutos

O Porto de Kiel, na Alemanha, será palco para instalação da maior “tomada eléctrica” para fornecimento de energia a navios do país, depois de assinar um acordo com a Siemens. Estima-se que esta solução permita ao porto germânico a redução de mais de oito mil toneladas de emissões de CO2/ano, para além de uma significativa diminuição do ruído durante a estadia dos navios em porto.

A solução que a Siemens vai instalar no Porto de Kiel, com carga simultânea através da ‘tomada eléctrica Siharbor’, inclui uma subestação com quatro transformadores secos, quatro quadros eléctricos de média tensão isolados a ar e um conversor de frequência de 16 MVA.

Recorde-se que o Porto de Kiel já tem hoje um sistema de fornecimento de energia em terra, também da Siemens, que já permitiu reduzir emissões de CO2 em cerca de mil toneladas. Mas agora irá bem mais longe.

«O maior projecto da Alemanha nesta área», vinca a Siemens

«O porto de Kiel, na Alemanha, acaba de adjudicar à Siemens a construção de um sistema de fornecimento de energia em terra para navios, o maior projecto da Alemanha nesta área até hoje. Com uma potência de 16 MVA, a solução ‘Siharbor’ permite, pela primeira vez, o fornecimento de energia ‘verde’ certificada a dois navios, em simultâneo, o que reduzirá as emissões anuais de CO2 em mais de oito mil toneladas», pode ler-se num comunicado emitido pela Siemens esta quarta-feira.

«Espera-se que o sistema entre em fase de teste ainda na temporada de cruzeiros de 2020 e que, no futuro, 60% da procura de energia por parte dos navios que entram em Kiel seja satisfeita por esta via, sendo os geradores a diesel desligados enquanto os navios estiverem atracados», refere ainda o comunicado da Siemens.

Siemens Portugal recorda semelhanças entre Porto de Kiel e alguns portos portugueses

No comunicado que a Siemens Portugal enviou às redacções, a empresa faz um paralelismo entre as características do Porto de Kiel e alguns portos portugueses, deixando no ar a ideia de que este tipo de sistemas poderá, eventualmente, chegar também a portos nacionais no futuro.

«O transporte marítimo tem um papel preponderante em Kiel, tal como em muitas cidades portuguesas, já que o porto é o ponto de partida e chegada para muitos cruzeiros e dispõe de várias ligações de ferry para os estados bálticos e para a Escandinávia – em 2018, 32 navios de cruzeiro fizeram 174 escalas neste porto», refere a filial portuguesa da Siemens.

Descarbonização é grande desafio no shipping…

No seu comunicado, a Siemens Portugal recorda ainda que, em 2018, os navios que atracaram nos portos da União Europeia emitiram mais de 139 milhões de toneladas de CO2, segundo dados da Federação Europeia para os Transportes e Ambiente (T&E), acrescentando: «Ainda segundo este estudo, as emissões de CO2 dos navios atracados em portos portugueses, durante 2018, foram maiores que as emissões produzidas pela totalidade da frota de automóveis existente nas oito maiores cidades de Portugal, em 2013».

… E quer ser parte da solução

Fernando Silva, Director Geral da Smart Infrastructure da Siemens Portugal salienta, neste âmbito, que a empresa quer ser parte da solução para a descarbonização do shipping e que este projecto é um dos bons exemplos disso mesmo: «Projectos como este podem ter consequências reais e efectivas não só na descarbonização e no cumprimento de metas ambientais internacionais, como na estabilidade e crescimento sustentável de sectores tão relevantes para a economia de muitos países, como são o transporte marítimo e o turismo».

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com