Sindicato XXI esclarece «novas exigências» propaladas pela PSA Sines

Marítimo Comentários fechados em Sindicato XXI esclarece «novas exigências» propaladas pela PSA Sines 447
Tempo de Leitura: 2 minutos

Perante o comunicado esta manhã emitido pela PSA Sines, sobre a actualização da situação sócio-laboral e operacional no Terminal XXI, o Sindicato XXI veio a terreiro esclarecer as denominadas «novas exigências» explanadas, na missiva, pela concessionária da infra-estrutura.

«As chamadas ‘novas exigências’, foram a clarificação extrema de aspectos dentro de certas cláusulas, que ainda não nos deixam clarificados na sua totalidade. A divergência sobre a definição de certas cláusulas, acontece desde do inicio, ora, não fossemos já na versão 10 do anexo original», frisou a entidade sindical. Uma das exigências prendia-se com o pedido de «um salário base para todos os trabalhadores em virtude da movimentação igual ou superior a 8% no Terminal, que até já retiramos, para não servir de bloqueio», esclareceu.

Na lista de exigências do Sindicato XXI está também a readmissão dos «80 trabalhadores que saíram» e que, confirma também o sindicato, «já se tornaram em 100 desde esta semana», corroborando a informação veiculada esta manhã pela concessionária. O sindicato vincou ainda que «continua a manter-se como regra, que um eventual pré-acordo entre a PSA/Laborsines e o Sindicato XXI tem de passar pela aprovação de todos os trabalhadores, no conjunto de tabelas salariais + acordo anexo».

Recorde-se que, na missiva de esclarecimento divulgada hoje, a PSA Sines declarou que a «proposta de um aumento salarial anual automático de 7% (média) + inflação continua a ser para a empresa algo de muito positivo (quando comparada com os números praticados não só na região como até no país)» e que as «novas e adicionais exigências que foram impossíveis de aceitar». O cenário de greve às últimas três horas de cada turno manter-se-á até ao dia 24 de Agosto caso não haja qualquer progresso nas negociações entre as partes.

No comunicado desta tarde, a força sindical salientou ainda não ter existido qualquer «exigência a nível de cargos para qualquer elemento da Direcção do Sindicato XXI», frisando que reina o primado da separação entre a função sindical e a função profissional. «Dos 13 elementos que constituem a estrutura sindical, somente 2 elementos mudaram de Nível em 5 anos e 2 meses, que é o tempo que a Direcção está em funções. As escolhas sempre foram feitas por decisão da empresa/chefia, ao qual o Sindicato nunca se intromete», assegurou o Sindicato XXI.

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com