Sines e o potencial para ser «o grande conector da Europa» na Rota da Seda do Século XXI

Logística, Marítimo, Terrestre Comentários fechados em Sines e o potencial para ser «o grande conector da Europa» na Rota da Seda do Século XXI 432
Tempo de Leitura: 2 minutos

A visão de um corredor que agregue e coloque em comunicação o eixo Madrid-fronteira portuguesa é a grande proposta do movimento independente e privado que promove o Corredor Sudoeste Ibérico – o projecto defende a promoção de um dinamismo transfronteiriço, a edificação de uma rede capaz de combater o isolamento das regiões do Alentejo e da Extremadura. O objectivo é o de implantar uma rede capaz de dar corpo ao fluxo de mercadorias, passageiros e até mesmo informação. Na visão global do projecto, Sines surge como elo fundamental na ligação da Europa ao mundo.

Península Ibérica pode ser a «grande plataforma logística da Europa»

Em entrevista concedida à publicação espanhola ‘Extremadura 21’, Antonio García Salas, director da empresa espanhola Coopetición Glocal Sistémica e um dos grandes promotores do Corredor Sudoeste Ibérico, abordou o papel agregador da Península Ibérica e o seu potencial logístico enquanto vaso comunicante global, interligando continentes. «A Península Ibérica pode e deve se tornar a grande Plataforma Logística da Europa que conecta o continente europeu à África, América e Ásia», comentou Antonio García Salas, que encara o Porto de Sines como vital nesta estratégia.

Porto de Sines: «o grande conector da Europa» no contexto da Belt and Road

«Neste desafio global o Porto de Sines pode tornar-se o grande conector da Europa com as ‘Rotas da Seda do século XXI (One Belt One Road)», frisou Antonio García Salas, para quem a ligação Sines – Madrid é a peça que faltava ao puzzle. «A conexão Sines – Madrid é o elo que fecha um circuito mundial. Seria inaceitável que perdêssemos esse comboio», enfatizou o responsável, deixando um alerta: «Seria irresponsável não estarmos muito atentos ao ingresso na rede logística, desempenhando um papel de conector interno. Também podemos fazê-lo no exterior, com os aeroportos de Badajoz e Beja. No século XXI, a logística é a actividade mais importante para competir nos mercados globais», rematou.

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com