Repsol Sines

Sines empurra Portugal para um novo recorde de investimento directo estrangeiro

Empresas Comentários fechados em Sines empurra Portugal para um novo recorde de investimento directo estrangeiro 337
Tempo de Leitura: 2 minutos

Com o anunciado investimento da Repsol em Sines, Portugal ultrapassa, já neste mês de Outubro, o recorde de investimento directo estrangeiro fixado no decorrer de 2019, salientou, na passada Quarta-feira, o Primeiro-Ministro, António Costa.

«Com a assinatura deste contrato, alcançamos já o objectivo que nos tínhamos proposto de, neste ano de 2021, termos ultrapassado o recorde de investimento directo estrangeiro que tínhamos alcançado em 2019», frisou, em Sines, o líder do Executivo, na sequência da assinatura do contrato de investimento entre a empresa Repsol e o Governo. O contrato estipula incentivos fiscais de até 63 milhões a um projecto de 657 milhões de euros.

«São duas boas notícias que ocorrem em Outubro quando ainda estamos a dois meses do fecho do ano e onde seguramente a Repsol e o secretário de Estado da Internacionalização conseguirão ainda aumentar o máximo de investimento directo estrangeiro a atrair para Portugal ao longo deste ano», acrescentou António Costa. O projecto, recorde-se, é caracterizado como «o maior investimento industrial» dos últimos 10 anos.

António Costa Primeiro-Ministro GovernoNa visão do Primeiro-Ministro, trata-se de um «sinal importante para a confiança no futuro da economia portuguesa», assim como um atestado da «capacidade de recuperação, mas também de transformação» da economia lusa. Este impulso, explicou António Costa, deve-se à preservação dos trunfos geoestratégicos de Portugal, dos seus índices de segurança e de uma auto-proclamada estabilidade financeira.

O contrato firmado na passada Quarta-feira, entre a empresa e o Governo vai permitir à Repsol investir na construção de duas fábricas de polímeros, cada uma com uma capacidade de 300 mil toneladas por ano, com produtos 100% recicláveis. O projecto, denominado Alba, é um Projecto de Interesse Nacional para a ampliação do Complexo Industrial de Sines da Repsol Polímeros, com a construção prevista arrancar este ano e terminar em 2025, de duas novas fábricas de materiais poliméricos de alto valor acrescentado, 100% recicláveis, para as indústrias automóvel, farmacêutica ou alimentar, entre outras. A cerimónia teve lugar no Complexo Industrial da Repsol na ZILS.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com