Sines XXI contentores APS

Sines foi o segundo porto que mais cresceu no mercado europeu de contentores

Marítimo Comentários fechados em Sines foi o segundo porto que mais cresceu no mercado europeu de contentores 437
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Porto de Sines logrou obter um crescimento homólogo de +13% durante o ano de 2020, sendo, assim, o segundo porto europeu com maior evolução na carga contentorizada, ocupando a 16ª posição na lista dos principais de portos europeus neste segmento.

Este ranking foi publicado por uma revista espanhola da especialidade (Transporte XXI) que analisou os resultados do mercado portuário europeu no ano passado. Ora, no contexto do segmento contentorizado, o porto alentejano foi o único localizado na península a registar um crescimento neste tipo de carga, mantendo a quarta posição ibérica. Com o impacto provocado pela pandemia de COVID-19, o volume total acumulado dos portos europeus registou uma diminuição de -2% na movimentação de carga contentorizada.

Sines manteve estatuto de principal plataforma ferroviária da Península Ibérica

Registe-se que o Porto de Sines manteve ainda o estatuto de principal plataforma ferroviária de mercadorias da Península Ibérica, com 304.241 TEU movimentados por comboio entre o porto e várias plataformas de concentração de carga localizadas em Portugal e em Espanha. «A resiliência que toda a comunidade portuária de Sines demonstrou num contexto extremamente adverso para a economia mundial, permitiu que o Porto de Sines mantivesse o abastecimento da economia nacional, reforçando a sua integração nas principais cadeias logísticas internacionais», assinalou, em comunicado, a administração portuária APS (liderada por José Luís Cacho), ao reagir, esta Sexta-feira, a este resultado.

Recorde-se ainda que, neste arranque de 2021, o Porto de Sines foi fundamental para alavancar os índices de movimentação de contentores no contexto do sistema portuário nacional – entre Janeiro e Fevereiro, segundo dados da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT), os portos movimentaram 5,4 milhões de toneladas no segmento dos Contentores, um registo que espelhou um crescimento homólogo de +10,8%. Em termos de TEU, este acréscimo fixou-se nos +31,38 mil TEU, traduzindo-se numa variação positiva de 7,2% face ao mesmo período de 2020.

O Porto de Sines foi decisivo para este resultado. A subida de 7,2% em termos de TEU contou com a «decisiva influência do Porto de Sines», vincou a AMT. A infra-estrutura denotou um aumento de +41,36 mil TEU (+17%) face ao período homólogo, para um volume que representa 60,9% do total.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com