Sines será «um grande porto de dados e de conhecimentos nos próximos 25 anos»

Marítimo Comentários fechados em Sines será «um grande porto de dados e de conhecimentos nos próximos 25 anos» 655
Tempo de Leitura: 2 minutos

Junho arrancou com a inauguração do primeiro cabo de fibra óptica de alta velocidade entre Portugal e o Brasil e também entre a Europa e a América Latina. O evento, organizado pelo Ministério das Infra-estruturas, contou com a presença do chefe máximo do Executivo, António Costa. Para o Primeiro-Ministro, Sines tem agora «o maior data center do Sul da Europa e outros vêm a caminho».

António Costa vincou que o porto alentejano, além de uma das maiores infra-estruturas portuárias da União Europeia (distinguindo-se além-fronteiras pela sua operacionalidade no segmento contentorizado), tornar-se-á também, à boleia da vertente digital e da aposta nos trunfos da Big Data e do conhecimento, «um grande porto de dados e de conhecimentos nos próximos vinte e cinco anos».

Porto de SinesA inauguração do primeiro cabo de fibra óptica de alta velocidade, conectando continentes, foi o primeiro passo para fazer de Sines «um grande porto de dados e de conhecimento», salientou o Primeiro-Ministro, durante a sessão de inauguração. O António Costa deixou patente, na cerimónia, o motivo do seu optimismo: «Já se instalou em Sines o maior data center [ver aqui reportagem da Revista Cargo sobre o tema] do Sul da Europa e outros vêm a caminho», atirou.

A inauguração do EllaLink, o cabo de fibra óptica que, ao longo de seis mil quilómetros, liga Sines a Fortaleza, no Brasil, e constitui a primeira ligação directa de alta velocidade por cabo submarino entre a Europa e a América do Sul – uma infra-estrutura considerada essencial para a interligação digital e a transmissão de dados entre os dois continentes. «A geografia conta. Não é por acaso que Sines é um dos maiores portos da União Europeia e é agora o ponto de amarração deste cabo europeu», declaro o chefe do Governo português, durante a sessão.

«Somos uma porta de entrada, uma ligação, uma ponte, um ponto de amarração» entre a Europa e a América Latina, salientou António Costa, explicando que «é esse o contributo» que Portugal poderá a dar à União Europeia.

Fonte: Lusa

 

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com