Director-Geral do Grupo STEF faz balanço de 2018: «Foi um bom ano no desenvolvimento de negócios»

Empresas, Logística Comentários fechados em Director-Geral do Grupo STEF faz balanço de 2018: «Foi um bom ano no desenvolvimento de negócios» 262
Tempo de Leitura: 2 minutos

No passado dia 14 de Março, o Grupo STEF aprovou as contas relativas ao exercício do ano de 2018, bem como a alteração nos órgãos de administração do Grupo para 2019.

Grupo STEF: 2018 resultou no fortalecimento das posições do grupo enquanto «pure player»

O ano transacto foi pautado por resultados animadores e redundou no fortalecimento das posições do grupo enquanto «pure player», tendo penetrado no mercado do congelado em Itália, consolidando a sua posição de líder no mercado francês dos produtos do mar e reforçando o seu dispositivo através da criação de seis novas instalações estratégicas.

Ainda assim, lembra o grupo, os resultados «foram afectados no final do ano pelas dificuldades de circulação associadas ao conturbado contexto social em França, assim como pela consolidação, ainda em curso, da sua posição nos Países Baixos, na Suíça e na actividade da restauração em França».

A actividade de Transporte em França registou um ano excepcional, graças a um crescimento sustentado. Os esforços de estruturação da actividade de Restauração e o aumento significativo do custo da energia afectaram os resultados da actividade Logística em França.

stef nordfrostAs Actividades Internacionais viveram um ano de forte evolução com investimentos significativos destinados a reforçar a rede de transportes na Europa e na estruturação das actividades na Suíça alemã. As actividades marítimas, por sua vez, registaram um ligeiro aumento do tráfego de passageiros, sendo que a actividade de frete se manteve constante.

A margem operacional permaneceu estável, em 4,7% do volume de negócios, excluindo as vendas realizadas por conta de terceiros. O Grupo aumentou os seus fundos próprios, passando de 628 para 695 milhões de euros, e duplicou os seus investimentos que ascendem a 350 milhões de euros em 2018 face a 180 milhões de euros no ano anterior, reduzindo, simultaneamente, o custo do seu endividamento.

Grupo focar-se-á «no reforço da sua rede de transportes na Europa» em 2019, adiantou Jean-Pierre Sancier

«2018 foi um bom ano em termos de desenvolvimento de negócio, mas um ano mais díspar em termos de resultado operacional. Perante um contexto de crescimento moderado em 2019, o Grupo decidiu centrar-se na melhoria da qualidade de serviço, na aceleração da sua estratégia de especialização e em continuar no reforço da sua rede de transportes na Europa», comentou Jean-Pierre Sancier, Director Geral do Grupo.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com