Stellantis gama

Stellantis de olhos postos na liderança mundial dos veículos comerciais eléctricos

Terrestre, Veículos Comentários fechados em Stellantis de olhos postos na liderança mundial dos veículos comerciais eléctricos 273
Tempo de Leitura: 3 minutos

A Stellantis apresentou o seu plano de electrificação e vincou que continua empenhada em aumentar a sua liderança nos veículos comerciais na Europa e em reforçar a sua posição na América do Norte, ao mesmo tempo que pretende ser líder mundial nos veículos comerciais eléctricos.

Potenciando o conhecimento e adoptando as sinergias, a implantação da electrificação nos veículos comerciais irá estender-se a todos os produtos e a todas as regiões ao longo dos próximos três anos, incluindo a entrega de furgões médios a pilhas de combustível de hidrogénio até ao final de 2021.

Electrificação engloba toda a cadeia de valor

O roteiro de electrificação da Stellantis engloba a totalidade da cadeia de valor. A estratégia de fornecimento de baterias EV da Stellantis visa garantir mais de 130 gigawatts/hora (GWh) de capacidade até 2025 e mais de 260 GWh até 2030. As necessidades de bateria e componentes EV serão satisfeitas com recurso a 5 gigafactories na Europa e América do Norte, detalhou ainda a empresa, via comunicado.

A Stellantis revelou ter assinado Memorandos de Entendimento com dois parceiros de processo de exploração geotérmica de lítio na América do Norte e na Europa, de modo a garantir um fornecimento sustentável de lítio, identificado como a matéria-prima para baterias mais crítica no que diz respeito à disponibilidade, bem como para ter a capacidade de integrar o lítio na cadeia de abastecimento, uma vez tal esteja disponível.

Stellantis quer «maximizar o valor total do ciclo de vida da bateria»

estudo electromobilidadePara além das estratégias de fontes de abastecimento, a experiência técnica e as sinergias de produção da Stellantis permitirão baixar os custos das baterias. Os custos dos packs de baterias para veículos eléctricos deverão ver-se reduzidos em mais de 40% entre 2020 e 2024 e em 20% adicionais até 2030. Todos os aspectos do pack de baterias desempenham um papel na redução dos custos, via a optimização do conjunto do pack, a simplificação do formato dos módulos, o aumento do tamanho das células e a melhoria dos conteúdos químicos da bateria.

A Stellantis pretende «maximizar o valor total do ciclo de vida da bateria através da reparação, refabrico, utilização em segunda vida e reciclagem, bem como garantir um sistema sustentável que dê prioridade às necessidades dos clientes e responda às preocupações ambientais». As autonomias e as recargas rápidas, considera a empresa, são «fundamentais para a aceitação generalizada dos veículos BEV por parte dos consumidores». Neste contexto, a empresa diz ir ao encontro deste desafio com um conjunto de BEV que irão proporcionar autonomias entre os 500 e os 800 km (300 a 500 milhas) e com capacidade de carregamento rápido líder da classe, de 32 km (20 milhas) por minuto.

A empresa vincou que oferecerá «um conjunto completo de soluções para clientes individuais, empresariais e frotistas, que ajudam a simplificar a posse destes veículos. Os esforços irão incluir o fornecimento de ofertas de carregamento inteligente para o quotidiano, utilizando fontes de energia verde, aproveitando as parcerias existentes para expandir as opções de carregamento e acelerar o uso da rede inteligente».

No comunicado, salientou, comprometeu-se a satisfazer as exigências dos seus diferentes clientes, apoiando o desenvolvimento de redes de carregamento rápido em toda a Europa, possibilitada por um Memorando de Entendimento assinado entre a Free2Move eSolutions e a Engie EPS. A intenção é replicar o modelo de negócio da Free2Move eSolutions no mercado norte-americano.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com