TAP Carga aérea

TAP prepara dois aviões a pensar no desafio logístico do transporte das vacinas anti-COVID

Aéreo, Logística Comentários fechados em TAP prepara dois aviões a pensar no desafio logístico do transporte das vacinas anti-COVID 358
Tempo de Leitura: 2 minutos

O desafio logístico relativo ao transporte e distribuição das novas vacinas contra a COVID-19 está a ser preparado pela TAP: a companhia aérea entrará em 2021 com a responsabilidade de ser peça-chave no processo logístico de trazer para Portugal as vacinas da AstraZeneca, BioNTech e Pfizer.

Para tal, a empresa aérea reserva dois aviões comerciais, que foram transformados em cargueiros (aproveitando a avassaladora falta de tráfego de passageiros) para irem buscar as vacinas que depois chegarão a Portugal no arranque do ano. Seguindo uma tendência global – de trocar o tráfego de passageiros pelo de mercadorias – a TAP prepara-se para um primeiro semestre de 2021 atarefado, à conta do processo vacinação nacional.

A transportadora aérea tem efectuado várias voos no contexto da pandemia, transportando equipamento médico (ventiladores, kits de testes, kits de protecção individual, máscaras, entre outros materiais) com recurso a adaptações nos seus aviões de passageiros, tornados em autênticos cargueiros aéreos – esta tem sido a única solução viável para as companhias aéreas, depois do surgimento da pandeia e das restrições globais.

TAP carga aéreaRecorde-se que a TAP transformou dois dos seus aviões em autênticas aeronaves de carga. Não removeu apenas as cadeiras como usualmente se faz para uma adaptação dos modelos: esventrou totalmente dois A330. Passaram a ser totalmente dedicados ao transporte de carga – mas podem ser reconvertidos a qualquer momento —, sendo este um dos negócios da companhia cujas contas menos se ressentiram do período de crise.

A logística das vacinas contra a COVID-19 poderá ser, em 2021, um considerável balão de oxigénio para a TAP, que continuará, como grande parte do sector da aviação comercial, a enfrentar fortes restrições no que toca ao transporte de passageiros. Os fluxos de transporte de mercadorias terão um forte estímulo (o crescimento do e-commerce foi já uma realidade incontornável em 2020) e poderão ter impactos positivos nas contas da empresa.

«A TAP está a garantir que tem as parcerias e meios necessários, como sejam a contratação atempada e em quantidade adequada dos contentores de temperatura controlada e vai estar preparada para responder às necessidades de transporte de vacinas contra a Covid-19», revelou a companhia ao jornal digital ‘Eco’. A empresa ambiciona também ser peça importante na distribuição das vacinas em território brasileiro.

A TAP, adiantou o ‘Eco’, tem estado em contactos com várias empresas de aviação com o intuito de avançar com concursos para o transporte das vacinas para o país. Noticia o jornal que a empresa portuguesa está atenta a essa possibilidade. Enquanto em Portugal está em causa o fornecimento de 16 milhões de doses das vacinas, no caso do Brasil, país com mais de 200 milhões habitantes, o número será certamente muito superior.

Fonte: ECO

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com