rhenus alemanha contentores

Tecnologia será um «must have»: cerca de 600 mil contentores terão rastreadores em 2025

Marítimo Comentários fechados em Tecnologia será um «must have»: cerca de 600 mil contentores terão rastreadores em 2025 377
Tempo de Leitura: 2 minutos

A empresa de consultoria marítima SeaIntelligence prevê que o rastreamento de contentores em tempo real se torne, a muito breve trecho, uma tecnologia padrão no seio do Shipping: cerca de 600 mil contentores deverão estar já equipados com esta tecnologia por volta do ano de 2025.

«Se tal agregar o valor que todos acreditam que agregará no futuro, estaremos claramente para lá do ponto de não-retorno onde a pressão competitiva forçará todas as operadoras a eventualmente fornecer esse recurso como um todo», comentou, à publicação ‘Supply Chain Dive’, a consultora marítima SeaIntelligence, que não tem dúvidas: a digitalização do transporte marítimo contentorizado veio para e ficar e nada será como dantes.

A SeaIntelligence acredita que esta tendência está claramente a descolar, não apenas porque estas tecnologias vêm ganhando escala, mas também porque os clientes de hoje exigem receber informações em tempo real e um maior índice de transparência no transporte dos seus bens.

Rastrear contentores passará a ser um imperativo competitivo

O rastreamento em tempo real fornece aos remetentes e às transportadoras informações sobre para onde as remessas se encaminham, em que condições estão e para onde poderão ser encaminhadas para obter uma entrega mais eficiente. Portanto, prevê a SeaIntelligence, as operadoras marítimas que consigam oferecer este tipo de serviço (com rapidez e confiabilidade) terão uma maior vantagem competitiva no sector. Para Lars Jensen, CEO da consultora, «rapidamente se mudará de uma condição de diferenciador competitivo para uma de ‘must have».

CMA CGM, MSC e Hapag-Lloyd já apostam nos ‘contentores inteligentes’

À medida que as cadeias globais de abastecimento continuam a expandir-se (tornando-se mais complexas e cada vez mais intermodais), o rastreamento em tempo real e a digitalização poderão beneficiar (e simplificar) as operações das operadoras, além de poderem ser um factor de incremento da sua competitividade, frisou o CEO da SeaIntelligence à publicação ‘Supply Chain Dive’.

Recorde-se que transportadoras de referência, como a CMA CGM, a MSC e a Hapag-Lloyd já se mostraram apoiantes do rastreamento de contentores: a companhia francesa revelou, em Maio passado, que irá adicionar 50 mil contentores equipados com rastreadores à sua frota, um plano também anunciado pela MSC, ao passo que a empresa alemã anunciou, em Junho, planos para integrar 100 mil rastreadores nos seus contentores.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com