Terminal Multiusos

Terminal Multiusos de Porto de Luanda capta interesse de MSC, DP World e China Merchants

Marítimo Comentários fechados em Terminal Multiusos de Porto de Luanda capta interesse de MSC, DP World e China Merchants 596
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Terminal Multiusos do Porto de Luanda está nas bocas do mundo – actualmente, segundo avançou fonte portuária ao jornal ‘Expresso’, três dos maiores operadores de terminais de contentores do mundo mostraram-se interessados em gerir a infra-estrutura angolana.

Angola, seguindo a rota da promoção internacional no domínio do transporte marítimo, poderá captar um dos maiores operadores de terminais do mundo para a gestão do terminal do porto, que movimenta mais de 50% da totalidade da mercadoria do Porto de Luanda. Entre os principais candidatos à gestão do terminal multiusos do Porto de Luanda estão a helvética MSC, a China Merchant Ports e a emiradense DP World.

«Com o país em crise, a nossa estratégia assenta na busca de receitas fora do Orçamento Geral do Estado, através de soluções criativas e inovadoras, que passam por uma nova visão sobre a política de privatizações e concessões», revelou ao ‘Expresso’ o ministro dos Transportes, Ricardo Viegas de Abreu. O contrato terá uma vigência de 20 anos, para além de uma receita ­anual, está consagrada ainda uma renda fixa e uma renda variável, em função do movimento das cargas. A renda fixa mensal deverá situar-se nos 3 milhões de dólares e a variável poderá chegar aos 60 milhões anuais.

«Com o acto público de abertura das propostas, instituímos um prémio de assinatura ao abrigo do qual conseguimos assegurar da parte dos concorrentes um desembolso que se situará um pouco acima dos 130 milhões de dólares», explicou ao semanário fonte da comissão de júri do concurso à gestão da infra-estrutura. Na corrida estão grupos como a MSC, segundo maior grupo mundial no transporte marítimo de contentores, a Dubai Ports World, o quinto maior operador de terminais portuá­rios, e a China Merchants Ports, sétima operadora à escala mundial.

Este interesse de colossos portuários e marítimos poderá catapultar o porto angolano para patamares de excelência, implicando investimento de modernização por parte dos privados que potencialmente entrarão na infra-estrutura. Esse desenvolvimento, acredita o Governo angolano, poderá levar o porto a deter um papel importância de ponte nas rotas de transporte marítimo a oeste do continente africano.

«Quem vier a ganhar o concurso está obrigado a fazer investimentos relevantes na requalificação das infraestruturas físicas e a proceder à aquisição de novos equipamentos, assim como à modernização dos equipamentos existentes», vincou ainda a fonte do Porto de Luanda ao ‘Expresso’.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com