citroen jumpy

Test-Drive com o Novo Jumpy: o furgão para os «heróis do quotidiano»

Veículos Sem comentários em Test-Drive com o Novo Jumpy: o furgão para os «heróis do quotidiano» 292

Baseada na plataforma modular EMP2 (que partilha com a Peugeot Expert), a nova Jumpy beneficia de uma arquitec­tura optimizada para mais serviços úteis, maior conforto e segurança. O modelo está disponível em três comprimentos – tal como na industria têxtil – XS (4,60m), M(4,95m) e XL (5,30m).

Em termos de design, o Novo Citroën Jumpy foi dotado de linhas provenientes do universo dos veículos de passageiros e dos SUV da marca francesa. Des­taca-se a sua grande grelha na frente que, apesar de tudo, não lhe dá um ar excessivamente agressivo, transmitindo antes uma ideia de robustez – possuindo, ao mesmo tempo, um estilo bastante fluido. As ópticas das luzes também se destacam pelo seu tamanho e pelo facto de estarem posicionadas em altura, com o objectivo de transmitir a ideia de que se domina a estrada.

Três versões que se adaptam às ne­cessidades

Em termos de capacidade de carga, o Novo Jumpy, oferece até 1.300 kg de carga útil, 6,6 m3 de espaço de carga, 4m de comprimento útil e até 2,5 tone­ladas de massa rebocável, tudo isto na versão XL – sendo que, a sua concep­ção modular se reflecte também nos dois valores de distância entre eixos (2,92m e 3,27 m) e nos dois valores de distância entre o eixo traseiro e a traseira do veículo (0,80m e 1,15m), que se combinam nos três comprimentos disponíveis.

Uma das opções oferecidas por este modelo são as portas deslizantes mãos livres. Uma simples passagem do pé sob o canto do para-choques traseiro, é o suficiente para destrancar o veículo e abrir a porta lateral do lado em que se encontra. Da mesma forma, esse mesmo gesto permite também fechar a porta e trancar o veículo.

Um grande trunfo deste furgão é a sua altura limitada de 1,90m nas versões XS e M e de 1,94m na versão XL, que lhe permite aceder à grande maioria dos parques de estacionamento que, normalmente oferecem grandes dificul­dades a veículos deste segmento.

Já ao nível do estacionamento, a sua câmara traseira para esse propósito (que além de dar a visão do que se passa na traseira, ainda «constrói» uma vi­são aérea da área circundante), não lhe deixa desculpas para realizar um «mau estacionamento».

Veículo profissional que não descura o conforto

Nota-se que o Novo Citroën Jumpy foi pensado para profissionais, seja pelo já abordado sistema de abertura das portas deslizantes mãos-livres, ou pelo facto de não precisar perder tempo à procura das chaves no bolso pois possui acesso e arranque mãos-livres. No entanto, o conforto e algumas «mordomias» não tão habituais neste segmento, não foram colocadas de parte.

Um ecrã táctil de 7” permite-lhe, por exemplo, aceder ao Citroën Connect Nav, o novo sistema de navegação 3D, táctil, conectado em tempo real e comandado por reconhecimento de voz. O Citroën Connect Nav está ainda associado a serviços conectados como o TomTom Traffic, que permite ter infor­mações sobre o tráfego em tempo real, bem como a localização e os preços das estações de serviço e dos parques de estacionamento.

Outra opção multimédia oferecida é o Mirror Screen, que permite ouvir música do smartphone, ou até sincronizar as aplicações compatíveis que são visua­lizadas no ecrã táctil, sendo compatível com o Apple CarPlay e o MirrorLink.

Segurança

Ao nível da segurança, a Citroën não quis deixar os créditos por mãos alheias e disponibiliza neste Novo Jumpy a tecnologia Grip Control, que optimiza a motricidade das rodas dianteiras em função do tipo de terreno (tendo ainda a opção do Pack Chantier, especialmente preparado para terrenos difíceis).

É disponibilizado ainda (pela primeira vez num veículo deste segmento) um Head Up Display, que lhe permite não tirar os olhos da estrada para consultar a velocidade actual, o limite para aquela via (que é lida através de uma câmara posicionada na parte superior do para -brisas), as instruções de navegação e alerta para o rico de colisão.

O regulador adaptativo de velocidade, permite também adaptar-se, automati­camente, à velocidade do veículo que segue à sua frente.

A este nível acrescentam-se a veri­ficação de ângulo morto presente nos retrovisores, o Active Safety Brake que permite reduzir os danos corporais em caso de colisão, accionado também pela câmara multifunções.

Consumo e Emissões

Estão disponíveis seis motorizações sendo que a «coqueluche» é mesmo a versão 1.6 litros Blue HDi 115 cv S&S, caixa manual de 6 velocidades que permite consumos na ordem dos 5,1 l/100km e emissões de 133 g de CO2/ km, tendo inclusivamente sido premiado na décima segunda edição da MAAF – Auto Environnement Awards, realizada em 8 de Junho de 2016, na categoria melhor Veículo Comercial Leve.

A nossa experiência

A nossa experiência permitiu-nos ve­rificar que o Novo Jumpy é de facto um parceiro muito competente, especial­mente em tarefas como a distribuição urbana – dada a sua manobrabilidade e sistemas auxiliares – mas também em percursos mistos, comprovando que o seu motor 1.6 litros Blue HDi 115 cv S&S e caixa manual de 6 velocidades não só permite uns bons níveis de con­sumo como dá uma boa resposta se estivermos «mais apertados» de tempo.

Características do Novo Jumpy

Related Articles

Leave a comment

Back to Top

Powered by MAEIL
error: Este conteúdo está protegido!