Tiago Conceição (Zetes): Indústria deve capitalizar inovação para «melhor utilização de recursos»

Logística Comentários fechados em Tiago Conceição (Zetes): Indústria deve capitalizar inovação para «melhor utilização de recursos» 305
Tempo de Leitura: 2 minutos

O relatório chama-se ‘A primeira e a última milha como factor de Sucesso no Retalho e Logística’ e analisa, a fundo, os desafios que a indústria enfrenta ao melhorar a experiência ao cliente, desde a separação, embalamento e envio de uma encomenda, à entrega física ao cliente. Neste contexto de pressão logística acentuada, a empresa Zetes explora pontos de contacto ao longo dos elos da cadeia de abastecimento, sempre com a eficiência como meta final. Tiago Conceição, especialista em soluções de transporte na Zetes, abordou o tema da inovação ao serviço da produtividade.

Com estas preocupações em mente, a Zetes explora estratégias que poderão ser vitais para que as empresas e organizações sejam capazes de impulsionar a produtividade, aumentar a eficiência e reduzir os erros em todo o processo de entrega. Neste âmbito, a primeira e última milha são cruciais para o outcome derradeiro – quando o mundo atravessa um cenário de pandemia, tal papel torna-se ainda mais indispensável. Para Tiago Conceição, é tempo de a indústria olhar seriamente para as «opções inovadoras» a fim de materializar «uma melhor utilização dos recursos».

Tiago Conceição: Agilidade e interligação para uma «visibilidade de ponta a ponta»

«Não há dúvidas que, no futuro, os robôs e os veículos autónomos vão desempenhar um papel importante nas operações de armazém e de entrega. No entanto, a indústria tem de começar a tirar partido das opções inovadoras disponíveis para alcançar um rápido cumprimento à primeira tentativa e uma melhor utilização dos recursos. Ao ter uma infra-estrutura assente numa solução tecnológica ágil, dimensionável e interligada, os retalhistas e empresas de logística podem utilizar a visibilidade de ponta a ponta para gerir de forma pró-activa todos os passos do processo. Só então poderão garantir o produto certo no local e hora certos de uma forma económica e ecológica», comentou o especialista da Zetes.

Segundo relata o estudo, um grande factor que contribui hoje em dia para a ineficiência na indústria é o enorme volume de parcelas que não são entregues com sucesso na primeira tentativa. Um estudo efectuado no Japão, um mercado de e-Commerce em rápido crescimento, revela que quase 20% das entregas não são efectuadas na primeira tentativa, e a percentagem é ainda maior em ambientes urbanos.

Na última milha a tecnologia pode ser utilizada para melhorar a experiência dos motoristas e garantir que podem trabalhar com confiança durante todo o processo de entrega. Ao harmonizar os dados de estado e eventos em tempo real, recolhidos em cada ponto principal da cadeia de abastecimento para o cliente final, as soluções de prova de entrega permitem que as empresas optimizem os processos e a experiência do cliente.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com