Torrestir facturou 200 milhões em 2018 e projecta investimento transversal de 45 milhões para 2019

Empresas, Logística Comentários fechados em Torrestir facturou 200 milhões em 2018 e projecta investimento transversal de 45 milhões para 2019 418
Tempo de Leitura: 3 minutos

O Grupo Torrestir facturou 200 milhões de euros em 2018, um número que representa «um forte crescimento em relação a 2017», adiantou a empresa, através de uma missiva à qual a Revista Cargo acedeu. Este incremento permitiu a criação de 200 postos de trabalho durante o ano passado, abrindo também as portas para um « investimento de 45 milhões de euros» em 2019, passível de aumentar a capacidade operacional da companhia.

Pujantes resultados de 2018 devem-se «à excelente performance dos mercados de Espanha, Alemanha e Moçambique»

Os resultados de 2018 devem-se, em grande parte, «à excelente performance dos mercados de Espanha, Alemanha e Moçambique», onde o grupo opera através das empresas Torrestir España, Torrestir Deutschland e Torrestir Moçambique, justificou Fernando Torres, presidente do conselho de administração da Torrestir. Em 2018 a empresa não refreou o investimento, mantendo o «enfoque na sua frota, tecnologias e abertura de novas plataformas»: prova disso é a abertura da plataforma de Matosinhos (investimento de 7 milhões de euros) , na recta final do ano.

«As nossas plataformas estão estrategicamente posicionadas para servir de base à logística e à distribuição porta a porta e proporcionar um fácil acesso aos nossos clientes, para além de disponibilizarem excelentes condições para a logística integrada: armazenagem, manuseamento, picking, preparação da encomenda e distribuição», adiantou ainda Fernando Torres, citado pelo documento.

Torrestir anuncia 45 milhões de investimento transversal em 2019

Para 2019, o grupo Torrestir revelou que planeia investir 45 milhões de euros – esta quantia abrange a implementação de um novo software de gestão, renovação da sua frota, abertura da nova sede em Braga e de novos armazéns. A aposta num novo software de gestão implicará um investimento de 1,2 milhões de euros – este será «desenvolvido à medida das necessidades do grupo e que visa automatizar os processos da distribuição e disponibilizar mais informação aos cliente», explicou a empresa.

A região Norte está, naturalmente, no mapa estratégico da Torrestir para 2019: o grupo abrirá, em Braga, a sua nova sede, que representa um investimento de 10 milhões de euros. Com uma área de 100 mil m2, para além do espaço de armazém, zona de escritórios e das oficinas, 7 mil m2 serão destinados ao cross-docking e 20 mil m2 destinar-se-ão ao serviço de logística.

A renovação da frota é também um ponto fulcral do plano de investimentos da empresa – a Torrestir adquiriu este ano 90 tractores (45 da marca DAF e 45 da marca Renault), 111 Iveco Daily, de 3500 kg, e 80 camiões pesados, de 14 toneladas, num investimento de 16 milhões de euros. As opções respeitam «critérios de inovação rigorosos» que dão primazia à «protecção do meio ambiente, a segurança rodoviária e ao conforto do conduto», detalhou a Torrestir.

Novo armazém no MARL com nota de destaque

Fernando Torres desvendou também a abertura, em 2019, de um novo armazém no MARL, em Lisboa, com 3 mil m2 destinado à distribuição de produtos farmacêuticos e 5 mil m2 à logística de frio, num investimento total de 5 milhões de euros. Para a Torrespharma, distribuição de medicamentos, de salientar também o investimento em 50 semi-reboques de frio (temperatura controlada), totalizando 5 milhões de euros.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com