Transcont em protesto marca marcha lenta de camiões pelas ruas de Valência

Marítimo, Terrestre Comentários fechados em Transcont em protesto marca marcha lenta de camiões pelas ruas de Valência 257
Tempo de Leitura: 2 minutos

A associação Transcont CV, representante do grupo de cerca de 800 transportadoras que opera no Porto de Valência, anunciou que realizará, no próximo Sábado (dia 19 de Outubro), uma lenta marcha de camiões nas ruas do centro da cidade de Valência, para denunciar «a precariedade» de um sector tido como crucial «para o desenvolvimento da economia» da comunidade valenciana.

Esta será a primeira das três mobilizações planeadas pela associação, conforme acordado em assembleia, há algumas semanas atrás. A caravana de camiões sairá (às 10 horas da manhã de Sábado) do polígono de La Pascualeta, em Paiporta, e atravessará as ruas do centro de Valência. «A Transcont CV pretende chamar a atenção para os problemas que afectam o transporte em geral e o transporte portuário em particular», comunicou.

Estes problemas estão ligados «ao aumento permanente dos custos associados ao transporte e à redução de preços», explica a associação, que pede às administrações que supervisionem «esse tipo de leilão, que é a principal razão da precariedade e uma porta aberta à concorrência desleal».  A associação também denuncia «os problemas do congestionamento e das filas, dentro e fora do porto e nos depósitos de contentores».

No rol de críticas está também a dificuldade dos acessos ao porto valenciano – sublinha a Transcont CV que o acesso Sul força diariamente cerca de 6 mil camiões a convergirem para um único ponto de acesso. «Desses 6 mil camiões, 2 mil têm como origem ou destino a área da comercialização de azulejos de Castellón, assim se gerando um volume de emissões que poderia ser eliminada com a abertura do acesso Norte ao porto», salientou.

Por fim, a associação denuncia a má gestão dos contentores vazios. As transportadoras valencianas explicam que são elas que estão actualmente a conduzir a revisão dos mesmos, apesar de não terem «a mínima preparação» para tal; o processo «exige, ocasionalmente, mudanças e devoluções de contentores (devido a condições precárias) com a correspondente perda económica que onera a transportadora», frisa ainda Transcont CV.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com