UPS

UPS: crescimento das compras online veio para ficar, mesmo sem pandemia de COVID

Empresas, Logística Comentários fechados em UPS: crescimento das compras online veio para ficar, mesmo sem pandemia de COVID 261
Tempo de Leitura: 2 minutos

A UPS divulgou os resultados do Smart ECommerce Report 2021, evidenciando que o crescimento das compras online veio para ficar mesmo após a pandemia. Segundo a companhia, é indubitável que a pandemia levou à aceleração do crescimento do segmento do comércio electrónico, determinando fortemente os hábitos de compra dos consumidores que efectuam as suas aquisições através da Internet.

Para ajudar os retalhistas a destacaremse pela diferença num mercado cada vez mais competitivo, a UPS, em colaboração com a YouGov, realizou um estudo de mercado, Smart ECommerce Report 2021, sobre os comportamentos e expectativas dos compradores online. O trabalho consistiu na pesquisa e recolha de informações, junto de 10.000 consumidores na Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Holanda, Itália, Polónia e Reino Unido.

UPS: As compras online vieram (mesmo) para ficar

O estudo aponta para uma conclusão taxativa: as compras online vieram para ficar. Os resultados revelam um aumento de 50% no número de consumidores que tenciona efectuar «todas» ou «a maioria» das compras via Internet, mesmo depois do levantamento das restrições. Ao mesmo tempo, 40% pretende comprar «tudo» ou «quase tudo» em loja, assim que as restrições forem levantadas, uma redução de 26% face à era prépandemia. Comparando as preferências de compra pré e póspandemia, as expectativas de aquisição de «tudo» ou «quase tudo» em loja caíram 14%.

ups e-commerceA maioria dos consumidores prefere grandes retalhistas a retalhistas mais pequenos e independentes, assim como as lojas online em todas as categorias de produtos. No entanto, metade dos consumidores afirma que «quer ajudar as pequenas empresas». O desejo foi mais prevalente no Reino Unido (62%) e em Espanha (61%). O valor ultrapassou os 40% nos restantes países, com excepção da Bélgica (37%), que aponta o melhor serviço ao cliente (43%) como principal motivo da compra nos estabelecimentos comerciais.

Cerca de 85% dos consumidores considera que a reputação da transportadora constitui um factor chave na decisão de compra, bem como a variedade de opções de entrega mais sustentáveis ou alternativas (55%). O estudo indica ainda que os consumidores querem que os retalhistas utilizem embalagens sustentáveis: 54% espera esta atitude por parte das grandes marcas e 50% por parte das mais pequenas. A expectativa em relação ao uso de embalagens sustentáveis por parte das grandes marcas é maior em Espanha (64%) e no Reino Unido (63%). Além disso, 48% dos compradores espera que os grandes retalhistas reduzam a sua pegada de carbono.

Vinca a UPS que os resultados deste estudo indicam, de forma muito significativa, «a notável mudança nos hábitos de compra dos consumidores, que têm sido impactados pela pandemia, evidenciando uma tendência duradoura de preferência pelas compras online».

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com