Porto de Setúbal roro ID3

Volkswagen aposta na sustentabilidade da sua operação de expedição de veículos

Marítimo Comentários fechados em Volkswagen aposta na sustentabilidade da sua operação de expedição de veículos 266
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Grupo Volkswagen está focado em apostar na sustentabilidade de todas as áreas da sua operação, onde se inclui a expedição de veículos. Neste contexto, ressalva o grupo que o recurso a navios para o transporte marítimo de viaturas tem potencial para gerar ganhos de cariz ambiental.

Por ano, o grupo movimenta 2,8 milhões de veículos por todo o mundo. A maioria das deslocações deste tipo é garantida por gigantescos navios concebidos especialmente para o transporte de veículos: estes colossos dos mares podem consumir até 300 toneladas por dia de um combustível muito mais poluente do que o gasóleo comum, mas mais barato – um cenário que não se aplica ao Grupo Volkswagen.

Volkswagen vinca no transporte marítimo alimentado por GNL

Porto de SetúbalO grupo alemão focou-se nas 7700 deslocações de navios que anualmente transportam os seus modelos, visitando, entre outros locais, o Porto de Setúbal, de onde saem os T-Roc fabricados na Autoeuropa. Dois dos navios ao serviço da Volkswagen, o ‘Confucius’ e o ‘Aristotle’, ambos com 200 metros de comprimento e capacidade para deslocar 4800 automóveis, são propriedade da norueguesa Siem e, alimentam-se a gás natural liquefeito (GNL), o que aporta grandes vantagens em matéria de emissões, ainda que com custos superiores, relata a reportagem do ‘Observador‘.

O gás natural utilizado em navios tem o potencial para reduzir entre 90 e 95% do enxofre e entre 20 e 25% do CO2. A Volkswagen recorre ainda a outros dois navios de transporte, pertencentes à empresa F. Laeisz, que escalam os portos europeus, incluindo o porto sadino. Com 180 metros de comprimento e uma capacidade para 3500 veículos, estes navios consomem um líquido produzido pela Good Fuels, conhecido como MR1-100: um combustível neutro em termos climáticos, feito a partir de restos de óleos vegetais provenientes. Segundo a Good Fuel, este combustível corta até 90% do CO2 emitido e anula por completo as emissões de enxofre, além de reduzir em 37% os óxidos de azoto (NOx) e em 60% as partículas.

Fonte: Observador

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com